Central de Atendimento:
(11) 3080-1000 | (11) 2500-0500 | (11) 4020-0131

Portaria Remota | Peter Graber

Author: Jaqueline

Como funciona um sistema de controle de acesso em empresas

By Comentários desativados em Como funciona um sistema de controle de acesso em empresas

A preocupação do setor de Recursos Humanos ou mesmo dos próprios gestores de uma empresa com o fluxo de chegada e saída dos funcionários na empresa é grande. Na mesma lista de preocupações está a segurança. O que esses dois problemas compartilham? A solução chamada de sistema de controle de acesso. 

Essa ferramenta é essencial por fornecer as informações mais necessárias para gerir um bom negócio: quem está chegando ou saindo da empresa e em qual horário. Em termos de segurança, é essencial para proteger bens materiais, como equipamentos, produtos em estoque, documentos e tudo aquilo de físico que pode ser levado em uma ação criminosa.

Por isso, um sistema de controle de acesso em empresa cumpre esse papel de proteger o patrimônio ao controlar e padronizar a forma como a equipe e visitantes acessam os ambientes corporativos. Além, é claro, de limitar pessoas a determinadas áreas, criando aquelas áreas inacessíveis de acordo com padrões predeterminados.

Mas como um sistema de controle de acesso funciona? Continue lendo e descubra os detalhes, além de entender como implementar essa solução na sua empresa.

Sistema de controle de acesso em empresas: na prática

Um sistema de controle de acesso, na verdade, é apenas uma ponta de uma ferramenta muito maior e mais completa de monitoramento empresarial. O que isso significa? Que sozinho, esse controle não é tão efetivo assim. Por exemplo, ele precisa estar sintonizado com catracas ou portas, primeiramente, para existir um controle verdadeiro.

A partir daí, é preciso cadastrar os funcionários da sua empresa. É possível tirar foto, colocar dados pessoais e corporativos nesse perfil. Será este acesso que estará habilitado no sistema para entrar ou sair daquele local sem restrições. Tal liberação pode funcionar por biometria, ou seja, digital, por cartão magnético ou senha. Tudo irá depender do nível de segurança necessário ou melhor relacionado com o dia a dia da empresa.

Na prática, ao utilizar esse acesso, seja por meio da digital, cartão ou senha, fica registrado no sistema o horário e quem entrou ou saiu do estabelecimento.

Com tudo isso registrado, é possível exportar esses dados em relatórios de monitoramento extremamente completos e detalhados. São informações que podem ser utilizadas para o setor de RH e também para analisar possíveis falhas de segurança que estão deixando a empresa vulnerável.

Somente um sistema de controle de acesso basta?

Como explicamos acima, um sistema de controle de acesso não irá proteger a sua empresa ou comércio de uma possível ação de roubo ou furto sozinho. Para isto, a estratégia deve fazer parte de um sistema maior de monitoramento.

Por exemplo, o controle de acesso deve estar ligado a um monitoramento por câmera. Assim, caso alguém esteja tentando entrar no local sem a senha ou, em um cenário pior, possa estar coagindo algum funcionário, estará registrado em imagens.

O monitoramento abrange também uma central de segurança analisando as imagens do sistema de câmeras a distância. Quanto mais integrado e elaborado for esse sistema de segurança, maior será o potencial de proteção do controle de acesso.

Monitoramento de uma empresa: como ampliar o poder do sistema de controle de acesso

Se o sistema de controle de acesso não tem tanto efeito sozinho, porém um enorme potencial aliado a outras ferramentas, quais são as melhores alternativas para proteger os bens patrimoniais de uma empresa? Além, é claro, de seus colaboradores e clientes, se for o caso?

Uma sugestão poderosa é acrescentar uma série de serviços a este inicial. É o caso da notificação de abertura e fechamento do local. Imagine receber uma notificação de abertura da empresa em um horário incomum. Assim, você vê a necessidade de checar quem está tentando entrar e terá esse dado a partir do sistema de controle de acesso. Caso a pessoa não esteja conseguindo, pois não está cadastrada, através do monitoramento de câmeras será possível identificar.

Caso a ação criminosa seja concluída, todos esses itens servem como prova para serem documentadas pelas autoridades. Porém, há outros serviços que podem ser somados a estes, que podem impedir a violação do espaço como:

-Alerta vigia;

-Serviço de seguro;

-Pronta resposta motorizada;

-Monitoramento de alarmes com GPRS.

Ficou interessado? Para saber mais sobre estes recursos e sobre o sistema de controle de acesso em empresas, entre em contato com os especialistas da Peter Graber. 

Como escolher uma empresa de Portaria Remota para o seu condomínio

By Comentários desativados em Como escolher uma empresa de Portaria Remota para o seu condomínio

A portaria remota é um recurso essencial, nos dias de hoje, principalmente em condomínios pela sua alta segurança e baixo custo com relação a outras formas de fazer esse monitoramento das áreas de acesso e saída de determinados locais. Mas como escolher a empresa de Portaria Remota certa? O que ela precisa ter e o que é preciso estar atento para investir na melhor opção do mercado para a sua realidade?

Essas dúvidas são bastante comuns e muito necessárias para que esta decisão, tão séria, seja tomada da melhor forma possível. Afinal, com a portaria remota se tem mais segurança, mas a tranquilidade dos moradores e gerência depende diretamente de quem está por trás desse monitoramento.

Preparamos, a seguir, um material completo para você entender um pouco mais sobre e, principalmente, como escolher a empresa de Portaria Remota que, de fato, possa proteger seu lar. Vamos lá?

Portaria Remota: quais os benefícios?

A portaria remota é um sistema tecnológico que permite o monitoramento do acesso e saída de locais como condomínios, por exemplo, a distância. Seus benefícios são inúmeros, confira os principais deles:

– Economize até 60% do custo com equipe para segurança ao utilizar a portaria remota;

-Tenha total controle sobre acesso de moradores, visitantes e trabalhadores do condomínio, além de dados precisos sobre horário e até mesmo foto;

– Maior segurança porque elimina riscos de distrações ou rendições de criminosos do trabalhador local;

-Equipe treinada e altamente qualificada para fazer o monitoramento 24h por dia, durante todos os dias da semana.

Durante o dia a dia, o sistema se mostra muito mais econômico e assertivo para a segurança de todos. Mas, então qual a melhor empresa de Portaria Remota para garantir que todos esses benefícios sejam cumpridos? Para descobrir isso, continue lendo!

Como escolher a empresa certa?

Separamos os principais pontos que você deve verificar antes de assinar qualquer contrato e não ser surpreendido ou pego de surpresa mais tarde. Confira.

O que essa empresa de Portaria Remota deve ter?

O ideal é que a empresa de Portaria Remota a ser contratada ofereça um serviço completo, ou seja, que todas as soluções estejam concentradas em um único local. É importante ressaltar isto porque é bastante comum que pequenas empresas de segurança privada se unam para ofertar um serviço a um cliente. O problema dessa fragmentação é que afeta diretamente a qualidade do atendimento e pode deixar o cliente um pouco inseguro sobre quem procurar e quando.

Outro ponto que você deve averiguar é a história dessa determinada empresa. Ela está há quanto tempo no mercado? Quais soluções oferece? O que dizem seus clientes sobre ela? Todas essas respostas são essenciais. Ao visitar as redes sociais, por exemplo, você já consegue ter uma ideia do que os clientes estão falando ou reclamando. Pesquise bastante sobre a reputação e história dessa empresa.

Não deixe de conferir o que essa empresa diz. Isso mesmo. Ela informa seus clientes? Disponibiliza informativos que esclareçam dúvidas e falem com clareza sobre os serviços que oferece? Quanto mais ela se posiciona, mais ela sabe sobre o tema e se preocupa com sua audiência.

Ao escolher a empresa de portaria remota que irá assumir a segurança do seu condomínio, voltamos mais uma vez para a importância de focar nos clientes. Eles apresentam algum grupo de referência? Disponibilizam depoimentos? Pesquisas de satisfação? Tudo isto é essencial para você medir o relacionamento da empresa para com seus clientes, como se preocupa e se posiciona frente a dúvidas e reclamações.

Por fim, não deixe de checar como funciona o suporte ofertado pela empresa. Afinal, este é um dos pontos mais sensíveis e o qual você mais precisará de atenção e cuidado por parte da equipe contratada.Você está pronto para escolher sua empresa de Portaria Remota?

Sim! Estes pontos são básicos, os quais você sempre deve ficar atento ao contratar um serviço de segurança como de portaria remota, por exemplo. Esta é uma solução inteligente, tecnológica e que está conquistando o mercado com muita velocidade. Por isso, está sendo ofertada na mesma velocidade. A consequência direta disto é que muitos podem não ter a qualidade desejada.

A empresa de Portaria Remota certa é a que melhor compreende e atende suas necessidades para tornar sua casa ou condomínio um local mais seguro e com menos custos.

Para saber mais sobre o tema, entre em contato com os especialistas da Peter Graber!