Powered by ZigaForm version 4.5
Central de Atendimento:
(11) 3080-1000 | (11) 2500-0500 | (11) 4020-0131

Portaria Remota Peter Graber

condomínio sustentável

Como tornar seu Condomínio Sustentável e diminuir gastos?

Autor: Comentários desativados em Como tornar seu Condomínio Sustentável e diminuir gastos?

A preocupação com o meio ambiente tem se tornado ainda mais necessária nos últimos anos. Com as mudanças do clima, o desmatamento, a poluição e a extinção de espécies da fauna e da flora, mais países, empresas e comunidades têm se atentado às boas práticas de sustentabilidade para tornar suas operações menos agressivas ao meio ambiente. 

Contudo, você já pensou que há a possibilidade de tornar o local onde você mora mais sustentável? A tendência do condomínio sustentável tem ganhado cada vez mais adeptos no Brasil e no mundo. Se você, Zelador, Síndico ou morador deseja que o seu lar seja mais consciente ecologicamente, temos nesse texto algumas dicas que podem ajudar o seu condomínio a minimizar os danos do ser humano ao planeta Terra. 

O que é um condomínio sustentável? 

Um condomínio sustentável é um conjunto de moradias compartilhadas, comuns em cidades verdes, ou seja, municípios que possuem projetos voltados à sustentabilidade. Esses locais têm a ideia de resolver questões comuns dos grandes conglomerados como energia, transporte público, sistema de água, de forma a ter o mínimo impacto possível no meio ambiente. O resultado disso são cidades com maior qualidade de vida para os seus habitantes, já que problemas de saúde física e mental causados pelos vários tipos de poluição, comuns nas cidades, são diminuídos consideravelmente. Copenhagen e Vancouver são dois exemplos de cidades que estão se adaptando para se tornarem completamente sustentáveis. 

Aqui no Brasil existem algumas iniciativas para tornar os condomínios residenciais, locais mais sustentáveis com ações coletivas simples, mas que impactam de forma positiva o meio ambiente, a saúde dos moradores e também economizam nas taxas de condomínio.
Se, por economia ou preocupação ambiental você tem vontade de implementar algumas ações sustentáveis no seu condomínio, leia esse texto. Trazemos aqui algumas ideias, que podem ser discutidas na sua próxima reunião de condomínio. 

Economize água no condomínio com simples ações

Para economizar água, os condomínios têm feito sistemas de captação da água da chuva. Esses recursos estão cada vez mais práticos e acessíveis no mercado. Essa água pode ser usada em áreas comuns para limpeza, aguar plantas ou outras funções. 

A manutenção preventiva dos sistemas hidráulicos é imprescindível para evitar desperdícios e trocar os hidrômetros coletivos por individuais também é uma opção econômica, que economiza cerca de 17% de água, assim como instalar temporizadores e restritores de vazão em locais de uso comum. 

Economize energia elétrica para diminuir a taxa de condomínio e das residências 

No Brasil, uma grande parte da matriz energética vem dos recursos hídricos, por isso, quando pensamos em economizar energia elétrica, também pensamos em gerir bem a água do país. Por isso, alguns condomínios trocaram os pontos de luz das áreas comuns da moradia para lâmpadas LED, que utilizam de 70% a 80% menos energia elétrica e  instalaram painéis de energia solar. Os telhados verdes, verdadeiras florestas urbanas, além de um belo recurso arquitetônico ameniza a temperatura ambiente e economiza gastos com ar condicionado, por isso, tem sido amplamente usado nos projetos condominiais brasileiros. 

Crie áreas verdes para ter um condomínio sustentável

Por falar em florestas urbanas, as áreas verdes tem sido uma ótima opção para melhorar a qualidade de vida e promover a socialização dos moradores do seu condomínio sustentável. Se o seu residencial tem espaço aproveitável para o plantio de árvores ou de hortas comunitárias, aproveite esses lugares.

Para isso é importante propor essas alterações paisagísticas na reunião do condomínio, além de discutir e prever formas de execução. Residenciais com áreas verdes, além de melhorar a arquitetura do local e a qualidade do meio ambiente, valoriza financeiramente os imóveis para venda e aluguel. 

Crie um plano eficiente de descarte de resíduos para ter um condomínio sustentável

Nós, como seres humanos, a todo momento estamos gerando lixo. O descarte de resíduos precisa ser feito de forma consciente para promover a sustentabilidade no seu condomínio sustentável. Por isso, implantar a coleta seletiva para todas as residências é uma ação simples, mas que pode auxiliar e muito o meio ambiente. Além disso, alguns lugares estão adotando o sistema de compostagem para gerar adubo e fertilizantes. Se a dica anterior em relação a área verde for feita, esse material já poderá ser usado dentro do próprio condomínio. 

Ter um condomínio sustentável é uma maneira não só de contribuir com o meio ambiente, mas também de economizar nas taxas condominiais e nas contas de energia elétrica e de água. Outra maneira de economizar muito nas contas é a Portaria Remota que a Peter Graber oferece. Seu condomínio pode economizar até 60%, além de trazer mais segurança para todos os moradores desfrutarem das áreas verdes do residencial sem preocupação. Para saber mais, acompanhe o site da Peter Graber e saiba mais como unir sustentabilidade e economia para o seu lar.

5 dicas para um condomínio mais sustentável

Autor: Comentários desativados em 5 dicas para um condomínio mais sustentável

Além de segurança, qualidade de vida é um tópico importantíssimo a ser debatido dentro dos grupos condominiais, assim como a implementação de ações para redução da quantidade de lixo e melhor direcionamento do lixo reciclável. Desta forma, é possível criar hábitos saudáveis para um condomínio mais sustentável, reduzindo então o impacto ambiental causado por grandes grupos de pessoas.
É difícil orientar, mensurar e/ou supervisionar a ação de famílias que moram em casa; mas quando estamos inseridos em grandes grupos de pessoas – principalmente na representação deste – temos a oportunidade de motivar hábitos conscientes em prol do meio ambiente e do planeta Terra. E por isso, reunimos algumas dicas bacanas para que você inspire um condomínio mais sustentável e reduza o dano ambiental causados nos últimos séculos.

Luzes com sensores de movimento
As luzes com sensores de movimento colaboram com um condomínio mais sustentável pois evitam o consumo desnecessário de energia elétrica. Elas acendem somente quando captam a presença de movimentos no local. Com isso, também é possível reduzir os custos do condomínio.

Coleta Seletiva
Se seu condomínio ainda não faz coleta seletiva, meu amigo, comece agora mesmo! É imprescindível, em pleno ano 2019, que tenhamos a consciência da quantidade do lixo que produzimos e tentar reduzir essa quantidade o máximo possível.

Ter caçambas exclusivas para lixo comum e lixo reciclável já ajuda bastante, mas para ter um condomínio mais sustentável de verdade, é mais bacana ainda incentivar a separação do lixo por tipos. Assim, cria-se um novo hábito entre as famílias e fica mais fácil direcionar cada tipo de lixo para a reciclagem correta.

Campanhas de coleta de lixo eletrônico
Um tipo de lixo que ninguém fala é sobre o lixo eletrônico. E você sabe o impacto dele?

Fios, pequenos sistemas elétricos, pilhas, baterias e derivados contém compostos químicos extremamente danosos ao solo, ao meio ambiente e à nossa saúde, como chumbo, bário, arsênio, mercúrio e alguns outros que tem um verdadeiro palavrão como nome. 

O descarte inadequado de resíduos eletrônicos é um verdadeiro perigo. Ao chegar nos grandes lixões, começam a se decompor em contato com outros tipos de lixo e contamina o solo, podendo então contaminar nosso alimento e nossa água. Isso quando chega lá.

Muitas vezes, pessoas de todos os tipos vêem esse tipo de lixo e pegam para si com a intenção de vender fios de cobre sem saber do perigo que está exposto ao manusear tais aparelhos abandonados.

Mas o que fazer com esse tipo de resíduo então? Para um condomínio mais sustentável e consciente, crie ações de coleta de lixo eletrônico. Ao obter quantidade considerável, direcione para pontos de coleta desse tipo de lixo, onde faz a separação, reutilização e reciclagem adequadas.

Crie hortas coletivas
Se é pra falar de qualidade de vida, é bom pensarmos na quantidade de agrotóxicos que nós e nossas crianças estamos consumindo atualmente.

Se seu condomínio é grande e com uma boa área verde, criar uma horta seletiva pode mudar a vida da sua comunidade.

Além de consumir alimentos orgânicos e muito mais saudáveis, pode-se também elaborar atividades junto com as crianças para plantio, cultivo e colheita. Desta forma, desenvolve-se a consciência coletiva entre as famílias.

Campanhas de arrecadação de agasalho
Porque um condomínio mais sustentável não é só aquele que planta e recicla, mas também aquele que cria ações sociais e ajudam aquelas que necessitam.

Campanhas de agasalho em épocas de frio é essencial para ajudar os moradores de rua a se manterem aquecidos. Nesta época, há muitas mortes por hipotermia de moradores de rua.

Além de praticar o desapego e dar aquela desafogada no guarda roupa, você ainda ajuda quem precisa. Só vemos vantagens! 

Para essas e outras dicas de segurança e convivência em condomínios, continue acompanhando nosso blog.

Entre em contato para contratar nossas serviços de tecnologia da segurança!