Powered by ZigaForm version 4.5
Central de Atendimento:
(11) 3080-1000 | (11) 2500-0500 | (11) 4020-0131

Portaria Remota Peter Graber

dicas de segurança

Selecionamos 5 medidas de segurança para a sua casa

Autor: Comentários desativados em Selecionamos 5 medidas de segurança para a sua casa

47% dos brasileiros se preocupam com a violência e criminalidade no país, aponta pesquisa da Ipsos, em 2019. Isso significa que as ações de prevenção para criar um ambiente seguro contra roubos e furtos se faz cada vez mais necessária. Por isso, a segurança para a sua casa, deve ser sempre eficaz, além de adotar medidas preventivas para não ter nenhuma surpresa desagradável e garantir a proteção não só do seu patrimônio, mas de toda a sua família. 

Se você está preocupado com a sua segurança e de seus entes queridos, temos aqui 5 dicas para melhorar a proteção da sua residência e manter-se longe da mira dos criminosos.  

Pela segurança de sua casa, sempre fique atento à todas as suas trancas 

Tranque portas, portões e outros acessos à sua casa sempre. Não os deixe abertos nem por um curto espaço de tempo. Estas brechas na segurança podem ser chamariz para pessoas interessadas em cometer assaltos e furtos. Outra medida de segurança para a sua casa também é a de instalar trancas confiáveis e sempre estar atento à sua manutenção constante. 

Contrate apenas profissionais de confiança 

Caso precise fazer a contratação de novos profissionais de prestação de serviços na residência procure sempre receber boas recomendações destas pessoas ou empresas, já que por estarem dentro da sua casa, poderão ter acesso à informações da segurança do seu espaço, dos seus itens valiosos e dos seus hábitos. Dê preferência para profissionais autônomos mais experientes, de preferência com CNPJ, renomados em sua área de atuação ou de empresas que possuem confiabilidade no mercado como a Peter Graber. 

Dê a volta no quarteirão antes de entrar em casa

Uma dica valiosa para quando você ou um membro da sua família chegar em casa de carro é sempre dar uma volta no quarteirão antes de realmente entrar em casa. Procure por alguma movimentação suspeita ou desconhecidos rondando a proximidade do portão da sua casa. Muitos criminosos aproveitam a entrada do carro na garagem para fazer a abordagem e render algum membro da família. Por isso, se vir algo que possa gerar alguma desconfiança, acione os vizinhos ou algum profissional da ronda para acompanhá-lo. 

É importante frisar a importância de se ter uma vizinhança atenta e cuidadosa com o próximo. Alguns vizinhos fazem grupos no WhatsApp para avisarem uns aos outros sobre alguma postura suspeita. Unir-se com a vizinhança pela segurança para a sua casa e do seu quarteirão pode evitar crimes. 

Quando precisar sair com a família deixe luzes acesas ou rádio ligado

Evite deixar evidências de que a casa está vazia. Quando for para um passeio familiar, deixe uma das luzes acesas para mostrar que há movimento na casa. Outra dica é deixar o rádio ligado para simular que há conversas na residência. É uma ação simples, mas que pode aumentar a segurança para a sua casa, evitando furtos.
Uma ação também comum em épocas de viagem, quando a família viaja por um espaço de tempo maior que o habitual, é de pedir a um vizinho que recolha suas cartas e panfletos de propaganda deixados no portão, para não denunciar a delinquentes que a casa está vazia por um tempo. 

Invista em sistema de segurança para a sua casa

A contratação de um sistema de segurança eficiente é um investimento que pode poupar sua família de muitos prejuízos materiais e até de traumas que podem ser levados para toda a vida. Por isso, existem empresas de segurança especializadas na proteção de residências e condomínios. Para prédios e condomínios a Portaria Remota é a melhor opção para garantir a segurança de todos os moradores, já que evita roubos e furtos. E você ainda terá a vantagem de economizar até 60% do custos condominiais. 

O sistema consiste no controle à distância dos acessos ao residencial por meio de uma equipe remota especializada em segurança. Todos os moradores e trabalhadores do local  possuem um identificador para obter acesso à entrada. Já no caso de não-moradores a identificação é feita através do interfone, com a equipe de monitoramento remota que poderá autorizar ou não a entrada mediante a confirmação dos moradores. Esta medida reduz totalmente o perigo de rendição de porteiros ou funcionários e evita roubos e furtos ao condomínio.

A Peter Graber possui um sistema eficiente de Portaria Remota que além de ser uma opção muito segura a residenciais de vários tamanhos e estilos, reduz (e muito) os custos operacionais do condomínio. Para zelar pela segurança para a sua casa, procure saber mais sobre as opções  de serviço que a Peter Graber oferece e faça a avaliação gratuita da segurança do seu condomínio você também pode recomendar esta avaliação ao seu síndico.Entre em contato conosco agora mesmo!

Volta às aulas: como deixar seu filho seguro

Autor: Sem comentários

 

As aulas escolares começando e, com elas, o desespero de muitos pais que terão seus filhos longe dos olhos. É uma situação complicada dosar entre a superproteção para tê-los seguros e, ao mesmo tempo, deixá-los que explorem o mundo e tenha suas próprias experiências. Mas a situação é inevitável, as crianças precisam ir à escola, precisam desse convívio social e de formação educacional.

Por isso, elaboramos este artigo para lhe ajudar a ficar atento a alguns pontos que são fundamentais de serem observados e conversados com as crianças. No entanto, é importante lembrar que a segurança delas é responsabilidade sua, dos pais ou das pessoas que têm a guarda delas. Não é porque você passou as devidas orientações que a responsabilidade passou a elas. Afinal, são crianças e estão em fase de aprendizado.

Veja os dois principais tipos de segurança que você deve estar atento:

 

Segurança no trânsito

Se o seu filho vai à escola sozinho, por meio de transporte público, motorista ou van escolar, é importante orientá-lo sobre os cuidados nesses veículos, como: uso do cinto de segurança; não desviar a atenção do motorista; se na van há lugar para todos ficarem sentados; se o motorista estaciona em local apropriado para que as crianças desçam do veículo na calçada; entre outras.

É recomendável, inclusive, que os pais sigam a van escolar em alguns trajetos para verificar se o motorista dirige com cautela e atenção, principalmente dentro dos limites de velocidade. Buscar indicações com outros pais, também é uma medida importante.

Caso seja você mesmo que leve seu filho à escola, evite as filas duplas que, além de tumultuar o trânsito, obrigam que as crianças desçam do veículo em meio à movimentação da rua. A melhor escolha é sempre tentar chegar um pouco mais cedo do horário de entrada que costuma estar mais tranquilo. Estacione o carro em uma vaga permitida e leve-o até a porta da escola. Além de ser uma medida segura, cria um laço afetivo maior com seus filhos que se sentirão mais acolhidos.

Quando as crianças são maiores, elas costumam se envergonhar na frente dos amigos em terem os pais acompanhando-as até a porta. Sem problemas, isso é normal! Você pode esperar no carro, se tiver visão do trajeto delas até a porta da escola, ou acompanhá-las até onde terá um campo de visão seguro e depois deixá-las irem sozinhas.

 

Segurança digital

Nem precisamos falar sobre aquele papo tradicional de orientar às crianças a não falarem com estranhos, certo?! Mas, nos dias de hoje, esse discurso deve se estender para o campo do digital.

Com a volta às aulas, é comum conhecerem novos amigos e professores e ampliarem o círculo de contatos em redes sociais e plataformas de mensagens instantâneas, como o WhatsApp e o Messenger. Assim, um smartphone que foi dado à criança com intenção de protegê-la e ela poder se comunicar caso algo errado aconteça, pode se tornar uma ameaça à segurança da criança.

Uma coisa é certa, com a internet, as crianças ficam mais expostas ao mundo e a pessoas que nem sempre estão bem intencionadas. Mesmo que você observe que elas só conversem com amigos, é importante acompanhar que tipo de conteúdo eles estão compartilhando.

Pesquisas da AVG Technologies, uma empresa fabricante de softwares de segurança para equipamentos digitais, mostram que 95% dos pais gostariam que fosse adotada na escola a disciplina de educação digital. Por outro lado, 78% dos professores entrevistados admitiram que não se sentem preparados para abordar essas informações com os alunos.

Enquanto isso, faça a sua parte! Confira nossas dicas:

  • Fique atento ao ciberbullying, uma prática de intimidação e até de ameaças a outras pessoas no ambiente virtual;
  • Pesquise sobre os aparelhos antes de presentear o seu filho, muitos smartphones possuem funções de bloqueio que permitem saber exatamente a quais conteúdos e aplicativos ele terá acesso;
  • Assim como você pergunta como foi o dia do seu filho na escola, demonstre interesse em saber o que ele tem feito com o aparelho e o que tem pesquisado na internet, é importante que ele saiba que você está supervisionando;
  • Por fim, converse sobre os perigos da internet, sobre pessoas ruins que se utilizam de perfis falsos para enganar as pessoas, não só crianças, mas adultos também.

 

E então, gostou das nossas dicas? Tem algo a completar e ajudar outros pais? Deixe nos comentários sua opinião e sugestões!