Powered by ZigaForm version 4.5
Central de Atendimento:
(11) 3080-1000 | (11) 2500-0500 | (11) 4020-0131

Portaria Remota Peter Graber

monitoramento

Conheça 5 benefícios do aplicativo Graber Portaria Remota

Autor: Comentários desativados em Conheça 5 benefícios do aplicativo Graber Portaria Remota

Com a rotina cada vez mais atarefada, pagamos nossas contas pelo celular, compramos comida através do aplicativo, fazemos reunião on-line. Todo mundo quer economizar tempo nos  seus  afazeres do dia-a-dia em todos os âmbitos da vida. Pensando nisso, sabia que, se você mora em um condomínio com o serviço de Portaria Remota feito pela Peter Graber você tem acesso ao aplicativo exclusivo para facilitar a sua rotina em relação aos compromissos do condomínio? O aplicativo Graber Portaria Remota tem muitas vantagens que facilitam, e muito, as atividades comuns que há em todo condomínio, seja você dono, colaborador, Síndico, zelador ou morador. 
Vamos, então, apresentar para você 5 dos vários benefícios que o aplicativo de Portaria Remota desenvolvido pela Peter Graber pode fornecer para você viver uma vida mais prática!  Confira!

Veja vantagens que o aplicativo Graber Portaria Remota oferece a Síndicos, donos e moradores de condomínios

2ª via de boletos, controle de acesso, facilidade de planejamento e agendamento de atividades, reforço da segurança, dentre várias outras vantagens. Para quem trabalha em condomínio ou vive em um, todos esses recursos vão deixar o dia-a-dia muito mais prático e assertivo na gestão e no convívio social do residencial. 

Chave virtual no aplicativo Graber Portaria Remota

Se você é dono ou Síndico, com o aplicativo Graber Portaria Remota, é possível gerenciar a distância o acesso do seu condomínio, visualizando em tempo real quem entra e sai através das câmeras. De forma prática, você pode autorizar a entrada e saída de pessoas, como prestadores de serviços e, também, visitas.

Através do recurso da chave virtual, um morador também pode enviar um convite permitindo a autorização da entrada. É uma maneira muito segura de garantir a segurança dos moradores, já que, a chave só é ativada quando o visitante estiver perto do local de acesso do condomínio, evitando, assim a possibilidade de fraude.

Possibilidade de assembleia on-line pelo aplicativo Graber Portaria Remota

Para dar mais praticidade aos moradores e aumentar a participação nas ações coletivas da comunidade, o aplicativo Graber Portaria Remota possui o recurso de promover uma assembleia virtual. Os moradores registrados no sistema e com o aplicativo no seu smartphone tem acesso a participar da reunião e sugerir pautas para votações e, isso, sem precisar de horário marcado para reunião. O artigo 1.350 do Código Civil, não impõe nenhuma objeção a implantação de uma assembleia de forma virtual, então de forma geral, é um sistema permitido e que facilita o dia a dia de todos os moradores, que podem decidir em conjunto as regras do condomínio sem precisar de presença marcada em reuniões. 

Mais controle e organização para os Síndicos

Os Síndicos que estão em um condomínio em que há a Portaria Remota da Peter Graber, com certeza, tem muitas facilidades a sua mão para melhorar ainda mais o seu trabalho. O aplicativo disponível pela empresa possui alguns recursos exclusivos para melhorar a administração das habitações como, mural de recados, controle da portaria, gestão de ocorrências, leituras de gás e água, avisos por e-mail e muitos outros recursos que permitem que seu trabalho seja ainda mais eficiente.

Agendamentos dos ambientes comuns

Através do aplicativo Graber Portaria Remota também  é possível fazer o agendamento de áreas comuns ou de lazer do condomínio para confraternizações, festas ou eventos variados. Para Síndicos e administradores essa praticidade é ideal para o controle na organização e na segurança do condomínio, já que a agenda de reservas está sempre disponível através do aplicativo para consulta a qualquer hora do dia. 

Possibilidade de planejamento de ações futuras

Administradores, Zeladores e Síndicos podem se precaver e planejar suas ações através do ícone de Manutenções Preventivas. Esse recurso é importante para evitar acidentes e prejuízos causados pela falta de conserto ou troca de equipamentos e recursos. Essa medida também é importante para manter o condomínio valorizado como imóvel e uma harmoniosa relação entre moradores e colaboradores. 

Se o seu condomínio ainda não possui Portaria Remota, mas você se interessou pelas vantagens que o aplicativo Graber Portaria Remota pode oferecer aos seus usuários, temos um artigo que mostra todo o passo a passo de como contratar esse sistema. Com a  Portaria Remota, o condomínio pode economizar até 60% de custos, o que deixar a taxa condominial ainda menor e fornece mais segurança ao imóvel em relação a roubos, assaltos e furtos. Conheça mais vantagens  sobre  o sistema de Portaria Remota  e entre em contato conosco.

5 coisas para saber antes de contratar uma empresa de monitoramento

Autor: Comentários desativados em 5 coisas para saber antes de contratar uma empresa de monitoramento

Atualmente o número de pessoas que procuram por segurança privada é enorme. Entretanto, o que e como contratar os serviços de uma empresa de monitoramento é algo que gera diversas dúvidas tanto para quem quer proteger a sua empresa, quanto para quem procura mais segurança na sua casa.

Se você é uma dessas pessoas, este texto foi feito para você. Aqui nós vamos tirar as dúvidas mais comuns sobre o segmento de monitoramento, para que você possa escolher sem medo a empresa que vai cuidar do seu patrimônio, tanto empresarial, quanto residencial.

O que é importante saber antes de contratar uma empresa de monitoramento?

Tipos de monitoramento

Um bom sistema de segurança deve se adaptar às necessidades do seu cliente. Por isso, é essencial você saber que tipo de monitoramento é o ideal para a sua casa ou empresa. Um fator importante que deve ser considerado em um serviço de monitoramento é a periculosidade da área onde o imóvel se encontra. Caso seja um bairro pacífico, os próprios moradores da casa, juntos com a empresa de monitoramento, poderão realizar a segurança através de câmeras de vigilância e alarmes, além da disponibilidade de equipe técnica e análise periódica de integridade e funcionamento dos equipamentos. Neste tipo de monitoramento, uma equipe de seguranças ficará a disposição 24 horas para socorrer a família em qualquer tipo de emergência. O mesmo vale para comércios: câmeras e alarmes sob os cuidados do dono e da empresa de segurança, com um grupo sempre alerta para urgências. Agora, se o seu imóvel comercial ou residêncial requer um monitoramento mais robusto, o ideal é ter diariamente, em todos os dias do ano, rondas motorizadas para assegurar a proteção do patrimônio e dos moradores.

Um recurso interessante para se prestar atenção em sistemas de segurança é a existência e funcionalidade de aplicativos de monitoramento para smartphones. Através do aplicativo, você poderá ter total controle dos alarmes e outros equipamentos de segurança, além de alertar com muito mais rapidez a empresa de monitoramento sobre qualquer imprevisto. E o melhor: tudo isso na palma de sua mão.

Se o seu interesse por monitoramento é destinado para um prédio, você deve considerar seriamente a adoção de uma Portaria Remota ao invés de contratar funcionários para cumprir turnos na portaria. Com esse sistema, o interfone e câmeras são instaladas na entrada dos portões, o que permite que qualquer visitante ou prestador de serviços converse remotamente com um funcionário capacitado da empresa de segurança, que entrará em contato com o celular do morador, e só então permitirá ou não o seu acesso. A Portaria Remota também conta com tags, senhas e biometria para a entrada de residentes, além de aplicativo móvel para o maior controle de quem entra ou sai do prédio. Toda a tecnologia aplicada neste sistema permite maior segurança para os moradores e agilidade na resposta à emergências. 

Certifique-se de que a empresa de segurança seja legalizada

Todas as empresas de segurança privada precisam cumprir diversos requisitos para ter a autorização de funcionamento, assim como toda empresa, de qualquer segmento. No caso da empresa de monitoramento, essa autorização é emitida pela Polícia Federal, através de um alvará publicado no Diário Oficial da União, após um processo de análise de numerosos documentos que pode prolongar-se por até dois meses, além de exigir renovação periódica. O mesmo vale para os vigilantes que atuarão na sua empresa: todos eles devem possuir a Carteira Nacional de Vigilante (CNV), além de certificados e registros de armamentos em dia e atualizados regularmente.

Ou seja: antes de contratar os serviços de segurança residencial ou comercial de qualquer empresa, cheque no site da Polícia Federal se a empresa tem a devida autorização de funcionamento expedida pelas autoridades do Brasil, e se os seus vigilantes se enquadram nas determinações da lei.

Vale o custo-benefício?

Após identificar o tipo de monitoramento que você precisa e se certificar que as prestadoras desse serviço são legalizadas, comparar os preços é essencial para analisar se os valores oferecidos por essas empresas cabem no seu orçamento. Tenha sempre em mente o preço e a segurança, pois não adianta pagar mais barato por um serviço instável que coloque a proteção da sua casa ou empresa em risco. Neste momento, um ótimo critério de escolha é buscar recomendações, não só de amigos, parentes e empresários parceiros, mas também recomendações dadas pelo próprio mercado, como tempo de experiência e satisfação dos seus clientes.

Não escolha serviços pela metade

Fique bastante atento se a empresa de monitoramento que você pretende contratar atende realmente todas as necessidades de segurança do seu imóvel. Quanto mais serviços estiverem à sua disposição, como alarmes, circuito fechado de televisão, controle de acesso, rondas motorizadas e vigilantes, melhor a empresa irá te atender, pois ter um conjunto variado de métodos de segurança significa responder às mais diversas necessidades possíveis e de uma forma muito mais completa.

Escolha a empresa com tecnologia de ponta

Quando o assunto é segurança e monitoramento, é impossível ficar alheio à tecnologia, pois boa parte desse serviço é apoiado por recursos eletrônicos. Por isso, analise se a empresa aplica tecnologias de ponta em seus pacotes de serviços, pois, além de mais garantia na qualidade do trabalho que será executado, é um forte indicativo de que ela é capaz de se atualizar frente às mudanças da sociedade e do mercado de segurança.

A Peter Graber, por exemplo, é uma empresa de monitoramento que investe constantemente em novas tecnologias, acompanhando e adotando o que há de melhor no mundo da segurança privada. Se você busca por uma solução de Monitoramento Residencial, a Peter Graber oferece diversas inovações para você, como rondas virtuais e aplicativos para IPhone e Android com o controle total dos alarmes, câmeras e acessos do seu imóvel. Seja qual for a sua necessidade de segurança privada, a Peter Graber com certeza terá a solução ideal para você. Por isso, entre em contato com os nossos especialistas e saiba todos os benefícios que um monitoramento da Peter Graber pode trazer para a sua segurança.

7 dicas de como manter a casa segura no Carnaval

Autor: Comentários desativados em 7 dicas de como manter a casa segura no Carnaval

Você está pensando em viajar no próximo feriado prolongado de folia? Então, você deve aplicar algumas importantes medidas de segurança na hora de deixar a sua casa segura no Carnaval, tanto para quem mora em apartamento ou casa, para garantir que a sua folia seja divertida, sem imprevistos indesejadas ou preocupações.

Listamos 7 importantes dicas de segurança e formas de proteger o seu domicílio, tanto para quem vai deixar o imóvel vazio, quanto para quem irá alugar o seu, aplicando práticas simples e utilizando tecnologia e dispositivos eletrônicos. Assim, você pode evitar perdas materiais nesta época do ano, impedindo de transformar a sua alegria carnavalesca em dor de cabeça na quarta-feira de cinzas.

 

O que devo fazer para deixar a minha casa segura no Carnaval?

 

#Atenção às portas, portões e janelas

Eles são os principais pontos de acesso à sua casa que podem ser usados por pessoas mal intencionadas durante a sua ausência, por isso merecem um cuidado especial antes da sua partida. Uma forma de se certificar que nenhuma porta, portão ou janela ficou destrancada é fazer um checklist com todos os acessos que precisam ser travados, e posteriormente  trancá-los e marcá-los na lista. Lembre-se também de que travar as janelas e portas de dentro da casa dificulta a movimentação de possíveis intrusos. 

Se você utiliza correntes e cadeados no portão principal da casa, jamais deixe o cadeado exposto para o lado de fora, pois este é um indício de residência vazia. Feche todas as venezianas e cortinas do imóvel, para evitar a visualização do interior da casa.

Para a segurança completa do seu imóvel, tenha um sistema de monitoramento de alarmes, com sensores instalados nos portões e em outros locais de acesso, que quando ativados, contam com câmeras de monitoramento assistido acompanhados por uma equipe treinada e especializada.

 

#O que fazer com a iluminação?

Manter as luzes ligadas não vai aumentar a proteção da casa, nem é econômico. Qualquer um que passar na frente do seu imóvel e perceber que a iluminação está acesa por dias e noites, perceberá facilmente que não há ninguém ali dentro. Neste caso, o melhor para manter a sua casa segura no Carnaval é utilizar sensores na iluminação, para ela ser automaticamente ligada no período noturno sempre que detectar movimentos dentro da sua cobertura de ação. 

Colocando este tipo de iluminação nas partes externas da sua residência, como na entrada da garagem, varandas e jardins, a claridade espontânea poderá inibir um provável invasor. Caso você queira alugar o seu imóvel no período de ausência, sensores também podem auxiliar na segurança dos inquilinos, que poderão ser alertados de qualquer movimentação atípica, além da economia, evitando que luzes fiquem ligadas desnecessariamente.

 

#Cuidado com equipamentos elétricos

Qualquer sobrecarga na rede de energia, ocasionada devido a uma tempestade, por exemplo, pode causar prejuízos em equipamentos eletrônicos e curtos-circuitos capazes de provocar focos de incêndios no imóvel enquanto você estiver fora. Para manter a sua casa segura no Carnaval, retire da tomada todos os equipamentos eletrônicos. Se for possível  desligar a geladeira e esvaziá-la no período da sua ausência, gerando, além de segurança, economia. 

Outra dica interessante é desligar o interfone ou campainha, para induzir o criminoso a achar que o equipamento está quebrado. Assim, se este indivíduo quiser aplicar o teste da campainha, ficará com dúvida se a casa está ou não vazia, inibindo assim uma possível invasão.

#Água e gás podem se tornar um problema

Vazamentos podem ocorrer a qualquer momento, mas imagine isso acontecendo enquanto você não estiver na casa. Quando você voltar da folia, poderá já ter havido prejuízos graves ao imóvel. Por isso feche todos os registros de água e gás da residência. Caso exista algum vazamento recente desconhecido por você, ele será interrompido e poderá ser encontrado somente depois da volta da sua viagem.

 

#Seja discreto

Tente não evidenciar a sua ausência, sendo o mais discreto possível antes de viajar. Ter cuidado em não informar muitas pessoas que não estará em casa evita que a residência seja um alvo fácil para furtos. 

A informação deve ser recebida apenas por pessoas confiáveis, de preferência algum familiar, que também será um ponto de contato e poderá ir até seu imóvel averiguar se ocorreu algum imprevisto durante esses dias de ausência. Ao longo da viagem, evite postar fotos nas redes sociais, pois elas apontam sua saída prolongada da casa. Espere retornar ao seu lar e então publique seus registros de uma vez só. Lembre-se que a discrição pode ser uma grande aliada para manter a sua casa segura no Carnaval.

 

#Conte com a ajuda de um amigo ou familiar

Aproveite o momento quando você for informar as pessoas confiáveis sobre a sua viagem, para combinar a realização de algumas rotinas importantes da casa que não podem ser interrompidas pela saída de Carnaval. Por exemplo, se você possui bichinhos de estimação e não irá levá-los com você, certifique-se de que esta única pessoa se encarregará de alimentar e cuidar dos seus animaizinhos. O mesmo cuidado vale para as suas plantas. Certifique-se também, que esta pessoa irá recolher suas correspondências, para não deixar vestígios de casa vazia.

 

#Tenha um bom sistema eletrônico de segurança

Mesmo com todas essas ótimas dicas, a única forma de manter a sua casa totalmente segura contra imprevistos ainda é ter um bom sistema de segurança instalado. Com o Monitoramento Residencial da Peter Graber por exemplo, além de alarmes, sensores e câmeras de vigilância de alta qualidade e tecnologia, você tem atendimento técnico profissional 24 horas, com testes de funcionamento diários, ronda motorizada e virtual realizada por profissionais altamente treinados e sempre prontos para qualquer emergência. Tudo isso e muitas outras funcionalidades que você tem disponível em qualquer lugar na palma de sua mão através do aplicativo para smartphone exclusivos da Peter Graber.

Então, se você quer viajar tranquilo e sem preocupação, sabendo que o seu sistema de monitoramento está mantendo a sua casa segura no Carnaval, entre em contato com os especialistas da Peter Graber e conheça mais sobre os serviços, produtos e benefícios de contratar a mais avançada tecnologia de segurança privada para o seu lar.

 

5 motivos para contratar o serviço de monitoramento para seu condomínio

Autor: Comentários desativados em 5 motivos para contratar o serviço de monitoramento para seu condomínio

Você não sabe quais os benefícios em contratar o serviço de monitoramento para seu condomínio? Saiba que recursos como esses são essenciais para manter o seu prédio livre de assaltos e seguros contra a criminalidade, que vê nestes locais alvos a serem explorados devido ao grande fluxo de pessoas entrando e saindo.

Quer descobrir melhor o que você ganha ao investir em um bom sistema de segurança e monitoramento para seu condomínio? Continue lendo para entender do que estamos falando!

Benefícios de um monitoramento para o seu condomínio

Existem uma série de benefícios que um monitoramento gera, listamos as 5 principais para que você possa entender de maneira geral a importância desse tipo de investimento. A segurança é uma pauta essencial e cada vez mais necessária, devido aos números crescentes de violência. Muitas pessoas estão investindo pesado nisso, o que torna você, que não investe, um alvo muito mais atraente aos criminosos.

#1 Total proteção para áreas de risco do terreno

Uma das vantagens de investir em um serviço de monitoramento para seu condomínio é que ele irá abranger não só o prédio em si, como toda a sua área. Isso significa recursos e ferramentas voltados para áreas sensíveis e externas, considerando todo o ecossistema ao qual o condomínio pertence.

É essencial este tipo de cuidado, afinal o prédio pode estar próximo a zonas carentes ou mesmo ser um alvo atraente aos olhos dos criminosos. Por isso, um bom sistema de monitoramento dará conta de identificar riscos e mesmo inibir ações de violência tornando o condomínio um local mais seguro e tranquilo para você e sua família

 

#2 Profissionais mais bem preparados cuidando da sua segurança

A partir de um serviço de monitoramento para seu condomínio, uma das consequências mais positivas é que você passa a contar com processo de capacitação e treinamento aos funcionários do prédio, bem como o suporte de profissionais treinados e capacitados na área. Isto é essencial, afinal processo podem estar ocorrendo de maneira errada, gerando erros e falhas que podem aumentar os riscos.

Por isso, esse investimento passa a ser tão importante: ele ensina práticas mais seguras e prepara a todos para agirem da melhor maneira possível frente a situações de risco. Pessoas despreparadas tendem a provocar inúmeros problemas, que podem comprometer ainda mais a segurança dos envolvidos em episódios como esses. 

 

#3 Implementação de regras que proporcionam mais segurança

Outro grande benefício de contratar o serviço de monitoramento para seu condomínio é a criação de regras, principalmente na portaria, para tornar o acesso ao prédio algo mais rigoroso e controlado. Com a instalação de uma portaria remota, por exemplo, esse processo todo se torna automatizado, eliminando a necessidade de recursos humanos no local. Ponto positivo porque a presença física aumenta os riscos tanto para o funcionário, quanto para o condomínio como um todo.

Além disso, com essa automação, todos os acessos ficam registrados e podem ser consultados posteriormente caso seja necessário. Normalmente, as liberações são feitas pelos moradores, o que também fica armazenado no banco de dados. Todos esses fatores aumentam muito a segurança para todos.

 

# 4 Conte com procedimentos emergenciais 

Na lista de benefícios que se ganha ao contratar o serviço de monitoramento para seu condomínio é a criação de procedimentos emergenciais, ou seja, protocolos que aumentam a segurança e tornam as situações de risco mais controláveis. Uma das melhores formas de estar sempre seguro é por meio da prevenção. Prevenir, neste caso, é criar uma série de regras as quais devem ser seguidas o que é muito mais positivo do que aguardar que uma emergência ocorra para que, só assim, essas regras acabem sendo criadas.

 

#5 Redução de custos com manutenção da qualidade e da segurança

Um benefício que não poderia faltar na lista é que o investimento em serviço de monitoramento para seu condomínio implica diretamente em uma redução dos custos. Quer saber como? Condomínios que adotam sistemas de segurança como a portaria remota tendem a diminuir seus custos com esta área em até 70%. Com tantos recursos tecnológicos e automatizados, o investimento acaba sendo melhor do que manter uma série de funcionários para fazer um trabalho manual e não tão preciso.

 

Descobriu o quanto você precisa contratar o serviço de monitoramento para seu condomínio? Não perca tempo e entre em contato agora mesmo para que os especialistas da Peter Graber possam diagnosticar a melhor forma de tornar o seu prédio mais seguro. 

A importância do monitoramento nas áreas comuns do condomínio

Autor: Comentários desativados em A importância do monitoramento nas áreas comuns do condomínio

O monitoramento nas áreas comuns do condomínio é um dos temas ligados a segurança que mais preocupam síndico e condôminos, pois é preciso um investimento pesado nesses espaços e a colaboração de todos para que o ambiente seja o mais seguro possível. É também um desafio, afinal existe uma circulação muito grande de pessoas nestes locais, o que, ao mesmo tempo, aumenta os riscos.

Quer entender melhor qual a importância de um bom monitoramento nas áreas comuns do condomínio e como fazer isto da melhor maneira possível, para que todos se sintam protegidos sem onerar custos?

Então vamos lá!

Qual a importância de um monitoramento nas áreas comuns do condomínio?

A segurança é um dos pontos mais importantes da vida cotidiana e nos condomínios não é diferente. Quando se trata das áreas comuns, este ponto se torna ainda mais sensível e demanda muito mais preocupação e cuidados, afinal é de uso coletivo e apresenta grande fluxo de pessoas, o que torna o espaço mais vulnerável.

Além disso, dependendo do condomínio há diversos desses espaços, como hall, piscina, portaria, espaço de churrasqueira, salão de festas, playground, quadra para jogos, estacionamento e academia. Ou seja, há muitos locais de uso comum e todos eles precisam do mesmo nível de monitoramento para que sejam seguros.

Por isso, o monitoramento nas áreas comuns do condomínio é um grande desafio: seja pelo fluxo de pessoas, seja pela quantidade de espaços e suas particularidades, o que irá influenciar diretamente no tipo de segurança necessária.

Por exemplo, em uma academia é preciso considerar a segurança interna, como um bom uso dos aparelhos e uma boa convivência entre os usuários, para que não existam conflitos que possam gerar desconfortos ou algum tipo de dano entre condóminos ou ao patrimônio. Já uma quadra de esportes é um espaço mais aberto, que deixa o local mais sensível a invasores, precisando de um monitoramento mais externo do que ligado aos moradores.

É por isso que o monitoramento nas áreas comuns do condomínio é tão importante: um processo complexo e que demanda muito tempo, sendo assim é necessário aplicar práticas que tornem isto mais otimizado e seguro para todos envolvidos. Mas como fazer?

Aumentando a segurança e monitoramento nas áreas comuns do condomínio

Aumentar a segurança e fazer um bom monitoramento nas áreas comuns do condomínio é um desafio e por isso, a tecnologia se mostra a maior parceira de síndicos e moradores nessas horas. Há muitos recursos que podem auxiliar isto e citamos alguns deles a seguir:

# Portaria remota

A portaria remota é um sistema de monitoramento digital e à distância, que torna o processo de acesso e saída do condomínio muito mais seguro. O primeiro ponto é porque ele elimina a necessidade de uma pessoa fisicamente no local, o segundo é porque mantém um monitoramento completo, ligado a uma central 24 horas por dia, 7 dias por semana. Além, é claro, dos registros de acessos e liberações e automações nesse processo, no qual os moradores são facilmente consultados sobre quem está liberado ou não para entrar.

# Ronda virtual

A ronda virtual também é um excelente recurso para o monitoramento nas áreas comuns do condomínio, principalmente naquelas que estão mais vulneráveis a situações externas, como a quadra de esportes, piscina e estacionamento. Com ela, a equipe de segurança consegue analisar as áreas ao redor e identificar atividades suspeitas de maneira mais antecipada, podendo agir e impedir que algo seja feito para ferir a segurança do local.

# Detecção de fumaça

Em áreas nas quais existe maior fluxo de moradores, porém menos riscos externos, um bom recurso para aumentar a segurança é a detecção de fumaça. Este é um recurso, na verdade, que deve fazer parte de todas as áreas comuns, pois consegue identificar possíveis focos de incêndio ou situações de risco ao patrimônio rapidamente.

# Pronta resposta motorizada

Outra ferramenta que deve ser aproveitada ao máximo no monitoramento nas áreas comuns do condomínio é a pronta resposta motorizada. Assim como os demais recursos, ela ajuda a uma ação rápida e imediata para controlar uma situação que possa colocar a segurança em risco. Seja para problemas internos bem como externos, é uma ótima forma de reforçar a segurança e manter a tranquilidade para síndico e condôminos.

Agora que você está por dentro da importância de um bom monitoramento nas áreas comuns do condomínio, que tal investir em uma boa empresa para ser seu auxílio nessa missão? Entre em contato conosco e descubra como implementar esses processos no seu condomínio.

5 Dicas de como reconhecer ambientes seguros no fim de ano

Autor: Comentários desativados em 5 Dicas de como reconhecer ambientes seguros no fim de ano

A época de fim de ano costuma tornar tudo mais cheio: as lojas, os shoppings, os restaurantes, os hotéis, etc. Com este fluxo maior de pessoas, a segurança é a primeira a sofrer impacto, pois o controle precisa se desdobrar para estar atento a tudo o que ocorre. Por isso, é essencial saber como reconhecer ambientes seguros, para que você possa frequentar com toda a tranquilidade que tem direito.

Você não sabe como reconhecer ambientes seguros? Então confira as 5 dicas que preparamos para ficar atento e não se tornar um alvo fácil para os criminosos. Veja!

O desafio de frequentar e reconhecer ambientes seguros

Normalmente as pessoas transitam de forma desatenta em locais públicos. Seja para observar uma paisagem, escolher algum produto ou refeição, em filas ou conversando com outras pessoas. Quando há um fluxo muito grande nesses mesmos locais, esse tipo de comportamento torna você um alvo fácil para criminosos.

Por isso, a melhor forma de evitar um furto é saber reconhecer ambientes seguros, os quais irão inibir esse tipo de ação devido a sua vigilância e monitoramento afiados. Isto é essencial, porque mesmo que você esteja atento, a habilidade de criminosos é bastante alta e os furtos podem ocorrer sem que seja possível sentir, ver ou impedir.

Quer tornar o seu dia a dia mais seguro frequentando lugares que possuem uma boa vigilância e monitoramento, e que sabem como aumentar o monitoramento no fim de ano? Confira nossas dicas para reconhecer estes locais e estabelecimentos.

Como reconhecer ambientes seguros

#1 Atente para o sistema completo de monitoramento do local

Para reconhecer ambientes seguros, a primeira dica é observar qual o porte e a qualidade do sistema completo de monitoramento. Para espaços com grande circulação de pessoas, a vigilância por meio de câmeras de monitoramento, centrais de alarme e sensores são obrigatórios e básicos para garantir a integridade de todos que ali estão.

Através das câmeras é possível analisar em tempo real o que acontece, permitindo, inclusive, que sejam consultadas posteriormente para analisar o que aconteceu e como a um determinado de cliente. Quanto mais avançado for esse sistema, maior será a qualidade de captura das imagens, que podem servir para reverter algum dano naquele momento ou ser entregue para a polícia iniciar uma investigação.

Além disso, ao contar com um bom sistema de monitoramento é possível capturar imagens até mesmo coloridas, contar com detecção de movimento, reconhecimento de placas de veículos, identificação de rostos e até contagem de pessoas.

#2 Sensores de metal são importantes

Outra forma de reconhecer ambientes seguros é por meio do investimento em sensores de metal. Inibir a entrada de pessoas com armas ou outros objetos que possam oferecer risco aos presentes é um cuidado essencial, principalmente com o aumento de fluxo do fim de ano. Em locais como esses, você pode ficar mais tranquilo com relação a este tipo de violência, pois já é um fator de barreira para pessoas com más intenções.

#3 Sem proteção contra incêndios não dá

Infelizmente a ocorrência de incêndios estruturais é algo bastante comum, ainda mais em lojas, shoppings e supermercados. Por isso, outra forma de reconhecer lugares seguros é analisar se há um bom sistema de prevenção e controle de incêndios. Isto é, com equipamentos e dispositivos para controlar possíveis focos de fogo, como extintor de incêndio, mangueiras, hidrantes, escadas auxiliares, portas corta-fogo e etc, além de detector de fumaça e pessoal preparado para lidar com essa situação.

#4 Local seguro é igual a local sinalizado

Para reconhecer ambientes seguros, analise se ele é bem sinalizado. Isto porque a comunicação faz parte da segurança. A identificação de saídas, das escadas, contra incêndio, dos banheiros, elevadores, eletricidade, presença de materiais inflamáveis, entre outros, é essencial para tornar-se um lugar seguro.

Toda essa comunicação deve ser clara e estar exposta de forma fácil e legível. Uma dica é tentar memorizar onde estão as saídas de emergência e os locais de segurança, próximo de pessoal autorizado e de câmeras de segurança.

#5 Controle de acesso ajuda a ter mais segurança

Todo local que possui um bom controle de acesso já é um espaço mais seguro. Isto é, no qual a entrada e saída possui um bom sistema de monitoramento, com equipamentos inteligentes e uma equipe bem treinada. Este pode ser feito por meio de cadastro no sistema do local e, o acesso liberado por meio de cartão magnético, biometria, senha ou outro recurso que registre quem está entrando ou saindo e qual o horário exato. Assim é possível ter um controle completo e garantir a segurança dos presentes.

Quer descobrir mais dicas para reconhecer ambientes seguros ou tornar os seus locais protegidos? Converse com os especialistas Peter Graber e conheça todas as soluções de primeira que estão disponíveis para você.

5 motivos para implementar portaria remota no condomínio residencial

Autor: Comentários desativados em 5 motivos para implementar portaria remota no condomínio residencial

Que a segurança se tornou um grande desafio todos sabem. Por isso, cada vez mais novas tecnologias surgem tentando ajudar a todos a manterem seus bens físicos e materiais seguros, independente de onde se esteja, ainda mais quando se vive em apartamentos. Uma dessas estratégias é a portaria remota no condomínio residencial. Ela se tornou um recurso muito útil para locais com pequeno fluxo de pessoas, pois garante proteção e monitoramento 24 horas.

Com a portaria remota no condomínio residencial não há porteiro presente. Todo o fluxo de entrada e saída é controlado por meio de uma central, com suas câmeras de segurança. Parece um pouco tecnológico demais? Bem, esta realidade já existe há praticamente 20 anos no exterior e está se popularizando cada vez mais no Brasil. Somente em São Paulo, mais de mil condomínios já adotaram este modelo.

A portaria remota no condomínio residencial apresenta redução de custos, aumento na segurança e muito mais conforto e tranquilidade. Quer conhecer mais motivos para implementar esse recurso no seu condomínio? Então veja a seguir!

Como funciona a portaria remota no condomínio residencial?

Bem, como falamos anteriormente, a portaria remota surge de uma necessidade de maior segurança, substituindo a presença física do porteiro por uma central de monitoramento à distância. De lá, uma pessoa capacitada monitora o acesso de pessoas por meio de câmeras durante 24h.

Para acessar o condomínio, a pessoa deve interfonar e falar com este funcionário por meio de um equipamento. Da central, o responsável deve contatar o morador e receber o ok se a entrada será permitida ou não. Isto pode ser via interfone, aplicativo de celular ou telefone.

Já no caso de moradores, normalmente existe um sistema de identificação que pode utilizar biometria, cartões magnéticos ou QR Codes.

A base de uma portaria remota no condomínio residencial é um sistema de câmeras de segurança juntamente com um de identificação de moradores, aliado a uma boa conexão com a internet para a transmissão de informação em tempo real.

Conheça, a seguir, quais são os motivos para implementar portaria remota no condomínio residencial!

#1 Proteção e segurança 24 horas

Este é o primeiro grande motivo para investir em uma portaria remota no condomínio residencial. Com esta possibilidade, você pode sair para o trabalho ou mesmo em viagens com a tranquilidade de que o seu patrimônio estará protegido a todo o momento, com os melhores recursos.

#2 Elimina riscos com pessoal

Com o fato de não ter um porteiro instalado na portaria, os riscos de um rendimento por criminosos ou outras ações do tipo é eliminado. Com isto, tanto o porteiro, quanto a segurança do prédio como um todo aumenta potencialmente.

Quando há pessoas, normalmente, criminosos tendem a realizar mais investidas do que quando há um aparato eletrônico por trás.

#3 É mais barato do que outros tipos de segurança para o condomínio

Você sabia que a portaria remota no condomínio residencial consegue reduzir bastante as taxas? Há especialistas que garantem uma redução de até 50%, pois não há custos com pessoal para realizar a operação.

Em uma portaria remota, o investimento feito na instalação e manutenção, reduzindo o número de pessoas envolvidas. Quando é terceirizado, ainda há menos custo e, menos trabalho envolvido para os administradores do condomínio.

#4 Menos riscos e possibilidades de fraudes na portaria remota

Quando existe a portaria remota no condomínio residencial você, enquanto morador ou síndico, está menos sujeito a riscos e erros. Por não ter uma pessoa fisicamente presente, são eliminados os riscos do porteiro abrir para um conhecido, por exemplo, ou ser persuadido por uma desculpa de alguém que está tentando entrar. Deverá existir uma lista de pessoas autorizadas e se aquele visitante não for uma delas, não há conversa.

Além disso, a portaria e a garagem estão igualmente protegidas, sem dar brechas para que alguém com más intenções entre no prédio. Dentro disto, abrange condomínios de pequeno a grande porte sem perder qualidade ou abrir brechas no monitoramento, ao contrário do que ocorreria em uma administração unicamente humana da segurança do local.

#5 É simples de implementar e manter a portaria remota

Por fim, o sistema de portaria remota no condomínio residencial é simples de implementar e ainda mais de manter. Ou seja, não promove transtornos na instalação e não demanda grande conhecimento técnico para manter e operar, basta escolher uma boa empresa do segmento. Além disso, também é escalável. Aumentando o número de condôminos, o sistema acompanha sem maiores transtornos.

Agora você já sabe tudo o que precisa sobre a portaria remota no condomínio residencial. Quer entender mais sobre o processo de instalação e tornar o seu condomínio ainda mais seguro? Entre em contato para que os especialistas da Peter Graber possam auxiliar você!

Conheça os mitos e verdades sobre monitoramento eletrônico de condomínios

Autor: Comentários desativados em Conheça os mitos e verdades sobre monitoramento eletrônico de condomínios

Você provavelmente já ouviu falar sobre monitoramento eletrônico de condomínios. Independente deles serem residenciais ou empresariais, este tipo de sistema está em alta e, como todo assunto novo e com grande popularidade, muitos mitos estão surgindo sobre seu funcionamento.

Para quem é síndico ou mesmo morador, tomar uma decisão sobre qual o melhor sistema de segurança para o condomínio é uma decisão bastante importante e que não pode ser baseada em achismos. Frente a desinformação, o maior prejudicado é sempre você, pois acaba sendo influenciado por más ideias e sofrendo as consequências de não utilizar um produto de alta qualidade.

Por isso, é essencial falarmos sobre esses mitos e verdades e o que, de fato, um monitoramento eletrônico de condomínios pode oferecer para você. Quer descobrir se o que você andou ouvindo falar realmente é verdade? Então continue lendo!

O que é um monitoramento eletrônico de condomínios?

O primeiro passo é deixar bem claro o que é, afinal, um monitoramento eletrônico de condomínios. Esta tecnologia nasce a partir da necessidade do aumento na segurança e, ao mesmo tempo, na redução dos custos de operação (guarde bem este ponto, vamos falar mais sobre ele a seguir). Por isso, o objetivo é a implementação de um sistema inteligente, capaz de otimizar processos de verificação, bloqueio ou liberação de acesso sem a necessidade de uma pessoa presente.

A partir daí, vamos discutir então se os mitos mais comuns sobre o monitoramento eletrônico de condomínios realmente apresentam algum fundamento. Vamos descobrir?

“Monitoramento eletrônico de condomínios é muito mais caro do que outros recursos”

MITO! Para muitas pessoas, quando se fala em tecnologia, se pensa imediatamente naqueles celulares hipermodernos que custam 5x o valor dos comuns. Porém, nem toda tecnologia é absurdamente cara e inacessível.

Existem opções no mercado para todos os tipos de bolsos e necessidades. Com certeza você irá encontrar este serviço em valores altos, assim como praticamente todos os segmentos de produtos que existem. Porém, também encontrará em uma versão acessível. O segredo é pesquisar sempre.

“A manutenção do monitoramento eletrônico é muito cara”

MITO! A manutenção também é outra vilã para aqueles que acreditam em informações infundadas que acabam sendo compartilhadas. Assim como na questão da instalação você irá encontrar opções das mais baratas até as mais caras, para a manutenção é o mesmo raciocínio.

Ao pesquisar e entender quais são as melhores opções do mercado, você sempre sai ganhando. Por isso, não entre na onda dos desavisados!

“Quando ocorre queda de energia, o sistema para de funcionar”

MITO! Mais um para a lista. Porém, ele ganha força quando se para pensar: um monitoramento eletrônico de condomínios, sem energia, não tem como funcionar, certo? Até poderia ser, mas a tecnologia já avançou neste quesito também. Isto quer dizer que existem opções de backup de bateria, ou seja, um recurso que mantém o equipamento em funcionamento através de GPRS, rádio ou 3G.

Além disso, um bom monitoramento eletrônico de condomínios possui recursos pensados exatamente para momentos como estes, sendo um acionamento imediato na central de atendimento, por exemplo.

Não se preocupe também com os outros aparelhos, como as câmeras, por exemplo. Também há recursos para que elas sigam captando imagens mesmo após a queda de energia e armazenem dados na nuvem, ou seja, em equipamentos externos até que a energia seja retomada.

“Monitoramento eletrônico de condomínios reduz as chances de roubo ou furto”

VERDADE! Você sabia dessa? O fato de um local contar com monitoramento eletrônico é sim um redutor de furtos ou roubos, pois as chances de se conseguir acessar o local são menores, assim como as de ser pego e identificado também.

Por isso, locais que contam com essa tecnologia devem usar placas de sinalizam, as quais ajudam a manter criminosos afastados. Algo que tem o efeito contrário do que quando se conta apenas com recursos humanos, por exemplo.

“É preciso ter conhecimento avançado para operar o monitoramento eletrônico”

MITO! De novo uma não verdade na nossa lista. Não é preciso ter conhecimento avançado para operar um monitoramento eletrônico de condomínios e aumentar a segurança. As opções desenvolvidas e disponíveis no mercado foram pensadas para que tenham, justamente, um entendimento e fácil usabilidade por parte dos clientes.

Normalmente, este recurso é intuitivo e, mesmo nas opções mais complexas, nada que um auxílio da empresa não resolva com poucas horas de explicação.

Pronto! Agora você já conhece os mitos e verdades sobre o monitoramento eletrônico de condomínios. Que tal dar uma chance para esta tecnologia? Entre em contato para que os especialistas da Peter Graber possam ajudar você e as necessidades do seu condomínio da melhor maneira possível!

7 dicas para reforçar a segurança de lojas para o fim de ano

Autor: Comentários desativados em 7 dicas para reforçar a segurança de lojas para o fim de ano

Com a proximidade do fim do ano é essencial ficar de olho e reforçar a segurança de lojas para proteger seu patrimônio. Afinal, é uma época que aumenta consideravelmente o fluxo de consumidores, criando um cenário perfeito para pessoas com más intenções circulares e aprenderem sobre o dia a dia de comércios.

Além disso, devido a esse volume extra de pessoas também aumentam as chances de erros e distrações das equipes, podendo dar brecha a ações criminosas. Lembre-se de que o caixa não é o único visado. Clientes, estoque e equipamentos são altamente atrativos e, muitas vezes, alvos fáceis.

Por isso, listamos as melhores dicas para reforçar a segurança de lojas especialmente neste final de ano. Confira!

Dicas para reforçar a segurança de lojas no fim de ano

 

#1 Monitoramento de alarmes com imagens

Um bom sistema de alarme com imagens é requisito básico para reforçar a segurança de lojas. Com este recurso de monitoramento comercial, inúmeras atividades criminosas chegam a ser inibidas, frente a possibilidade de identificação ou intervenção de profissionais para evitar o crime.

E, mesmo que o sistema não consiga inibir a ação, serve como prova e possibilita uma melhor investigação do ocorrido. Na hora do posicionamento das câmeras, selecione pontos estratégicos e tente cobrir, o máximo possível, a área completa do local, evitando assim pontos cegos.

#2 Notificação de abertura e fechamento para segurança de lojas

Outro recurso poderoso e que ajuda a reforçar a segurança de lojas é a notificação de abertura e fechamento do estabelecimento. Como citamos acima, devido ao fluxo intenso de fim de ano, muitas brechas podem surgir e acabar facilitando um crime.

Por isso, com a notificação de abertura e fechamento você controla em tempo real essa informações e questionar a equipe imediatamente frente a uma movimentação suspeita.

#3 Relatórios de arme e desarme do alarme

Seguindo a mesma lógica da notificação de abertura e fechamento, o ideal é você ter um controle sobre o arme e desarme do alarme. Com um bom relatório, é possível identificar alguém que tenha esquecido de armar, por exemplo, ou saber, imediatamente, se ele foi desarmado em um horário incomum.

Com essa ferramenta, sua loja fica ainda mais segura e você consegue uma geração poderosas de provas caso seja necessário.

#4 Monitoramento de acesso para segurança de lojas

Para lojistas é essencial o investimento em bom sistema de monitoramento, principalmente do acesso ao local. O que isso significa? Maior controle e tranquilidade quanto a quem está entrando, principalmente se há outras fontes de acesso além da utilizada pelo público para entrar no estabelecimento.

Assim como nos casos anteriores, consegue inibir fortemente pessoas com intenções criminosas ou ainda funcionar como acervo de provas caso algo, de fato, venha a acontecer.

#5 Botão do pânico

Um botão do pânico é uma ferramenta, normalmente, integrada aos sistemas anteriores. Eles são ideais para reforçar a segurança de lojas e daqueles pontos como citamos: caixas, clientes ou estoque. Em todos estes locais, o profissional responsável poderá, sem alarde, informar a autoridades que algo de errado está ocorrendo no interior da loja.

Em outros casos, é possível ainda utilizar um botão móvel em smartphones, por exemplo, que cumprem a mesma função e tornam a segurança mais dinâmica nas mãos dos funcionários.

#6 Evite acumular dinheiro na loja 

Uma das maiores medidas de segurança quanto ao patrimônio financeiro da sua loja é, jamais, manter grandes quantias guardadas no interior do estabelecimento. Normalmente, o ideal é que o banco recolha, ou você faça esse transporte, com frequência e sem rotina, pois esse tipo de movimentação costuma chamar bastante a atenção de criminosos. 

Outra saída é utilizar cofres ou gavetas com chave, jamais em locais óbvios demais. No caixa, deixe apenas o necessário para a operação do dia. 

Essa é uma estratégia simples e bastante comum, mas deve ser lembrada pois algumas vezes pode ficar em segundo plano e, neste momento, algo acontecer. Nunca deixe para depois, pois pode estar comprometendo a sua renda e tornando a loja um alvo fácil, principalmente durante o fim de ano.

#7 Controle biométrico

Para quem busca reforçar medidas de segurança como o monitoramento de acesso, notificações de alarme e abertura, por exemplo, uma sugestão é o controle biométrico de funcionários e colaboradores.

Apesar desta ser uma solução interna, que irá impactar somente os funcionários, ela é um reforço de todo o contexto de segurança acima, pois fornece mais uma ferramenta de controle de acesso e saída dos prédios.

Por ser altamente tecnológico, acaba evitando quase que a totalidade de fraudes possíveis e não libera a passagem de pessoas não autorizadas, garantindo a segurança de lojas e pessoas.

Quer saber mais sobre estes recursos que poderão reforçar a segurança de lojas? Entre em contato para que os especialistas da Peter Graber possam auxiliar você!

Conheça os 5 níveis de segurança que seu patrimônio precisa

Autor: Comentários desativados em Conheça os 5 níveis de segurança que seu patrimônio precisa

Um primeiro passo para construir um sistema de segurança eficaz e assertivo é conhecer os cinco níveis de segurança existentes e quais as estratégias e protocolos de proteção devem ser desenvolvidos para cada um deles. Cada nível demanda diferentes responsabilidades e, quanto mais alto, maior a necessidade de elaborar soluções complexas para total segurança do seu patrimônio.

Os níveis básicos podem ser trabalhados e fiscalizados pela própria população local e/ou funcionários, enquanto os níveis seguintes exigem intervenção de gestores ou parceiros especializados. Uma boa sugestão para compreender os vários níveis de segurança é se reunindo com moradores, colaboradores e prestadores de serviços para mobilização de apoios, participações e divisão de responsabilidades nos variados níveis, de forma que todos entendam seu papel e o que pode ser feito em esfera individual para auxiliar e colaborar na segurança coletiva.

Entenda os níveis:

Nível mínimo

O primeiro é também o mais simples dos níveis de segurança. Ele compreende a restrição do acesso de pessoas não autorizadas em determinados locais. Sendo assim, os elementos que compõem e sustentam este nível de segurança são portas, janelas, catracas, fechaduras, balcões e outros objetos que atuem como barreiras físicas.

As pessoas que podem ajudar a fiscalizar este nível de segurança são os funcionários responsáveis pelo controle de acesso, seguranças do local e moradores que identifiquem presenças suspeitas.

Nível baixo

Além das características anteriores, no nível baixo dos níveis de segurança, compreende-se o fortalecimento da segurança das barreiras físicas do nível mínimo. Grades nas janelas, cercas elétricas, arames farpados e bloqueios de acesso são exemplos. No entanto, a fiscalização deste nível também se dá a nível passivo, como no nível anterior, sem participação direta das pessoas.

Nível médio 

Este nível engloba todos os níveis de segurança anteriores, mas conta com o grande diferencial da capacidade de prever pontos de vulnerabilidade e antecipar ameaças que coloquem a família e o patrimônio em risco. A presença de vigilantes e porteiros, por exemplo, já pode ser considerado um plano de ação que antecipa e inibe a ação criminosa. 

Este nível é deve ser responsabilidade de equipes profissionais e capacitadas para executar os planos de ações.

Nível alto 

Aqui, o grande diferencial é a intervenção direta da tecnologia no total dos níveis anteriores. Encontramos CFTVs reforçando as características dos níveis básicos e intermediário, em conjunto com monitoramento de alarmes e investimento expressivo em iluminação estrategicamente posicionada. Além disso, conta-se também com um contato direto à polícia e grande quantidade de pessoas e equipamentos envolvidos na tarefa de vigiar o ambiente.

Nível Máximo

Como conferimos até aqui, o nível alto já é a combinação de todos os níveis de segurança anteriores, mesclando tecnologia e equipes especialmente capacitadas para atuar com os equipamentos contratados.

No nível máximo de segurança, temos a presença de monitoramento e vigilância durante 24 horas por dia. Tudo o que há de mais avançado em tecnologia da segurança está presente neste nível. Biometria, portaria remota, ronda virtual, monitoramento de alarmes e muito mais. Este nível é frequentemente usado por empresas, grandes estabelecimentos e condomínios.

Conte com a Peter Graber para fazer uma análise dos cinco níveis de segurança do seu patrimônio e proteja-se com o que há de mais moderno. Entre em contato!