Central de Atendimento:
(11) 3080-1000 | (11) 2500-0500 | (11) 4020-0131

Portaria Remota | Peter Graber

BLOG

Porteiro Virtual – saiba mais sobre a profissão que mais cresce no país

By Comentários desativados em Porteiro Virtual – saiba mais sobre a profissão que mais cresce no país

Em entrevista com a revista Qual Imóvel, nosso CEO Leandro Martins falou sobre a profissão porteiro virtual, que está em evidência e crescendo cada vez mais no Brasil.

Esses profissionais também podem ser chamados de controladores de acesso. Eles ganham mais que um porteiro tradicional e arriscam menos a sua vida. A diferença? Apenas um treinamento voltado ao atendimento à distância através da tecnologia.

A vida em condomínio pode trazer mais segurança aos moradores, mas o custo de manter uma portaria convencional varia entre 17 e 25 mil reais e ainda não garantir 100% da segurança devido à vulnerabilidade da mão de obra humana. Afinal, é comum vermos notícias de invasões a condomínios feitas pela porta da frente, rendendo o porteiro com armas de fogo.

Mesmo assim, um dos argumentos que geram resistência na escolha pela portaria remota é a extinção da profissão porteiro. Mas o que não é levado em conta é que a tecnologia cria muito mais oportunidades do que tira. O recurso de portaria remota, por exemplo, abrange a profissão de porteiro virtual, técnicos, instaladores, gerente de produto, entre outras.

Além disso, a portaria virtual atende um público ainda muito restrito. Condomínios pequenos, de regiões periféricas e que possuem moradores mais velhos ou não adeptos às inovações tecnológicas ainda não entendem a necessidade da transição do serviço e, por isso, não vêem muito sentido em optarem por um recurso de alta tecnologia.

Em contrapartida, Leandro Martins, nosso diretor executivo, defende que o serviço é uma tendência recém chegada ao país e que tem crescido com velocidade considerável. O trabalho realizado pela Peter Graber é tirar o porteiro da área de risco e realocá-lo para uma central de atendimento remoto. 

É preciso também ponderar os custos do condomínio que estão ficando cada vez mais altos, consequentemente instigando o aumento da inadimplência entre os moradores. Neste cenário, há a necessidade de repensar o gasto coletivo e buscar alternativas para redução de custos.

Para um serviço prestado com excelência, o porteiro virtual passa por todo um processo de capacitação antes de assumir a função, com treinamento sobre os procedimentos de atendimento e cursos de reciclagem. Há muitos colaboradores da Peter Graber que já foram porteiros tradicionais.

Pró-atividade, empatia e comprometimento com o cliente são características pessoais necessárias para o cargo, além de uma boa dicção, necessária para uma fala limpa e entendível por quem é atendido. As vantagens da função são: salário maior e segurança em trabalhar numa central de atendimento monitorada 24 horas por dia.

Gostou do artigo? Se você tem interesse em trabalhar conosco, entre em contato aqui. Se ficou interessado em implantar uma portaria virtual na sua casa, condomínio ou empresa, entre em contato por aqui.

O que você precisa saber sobre a manutenção do condomínio?

By Comentários desativados em O que você precisa saber sobre a manutenção do condomínio?

A manutenção do condomínio deve ser responsabilidade exclusiva do síndico, que deve estar atento aos prazos e validades e providenciar a inspeção periódica e eventuais reparos. Porém, são trabalhos que exigem atenção técnica e muito detalhismo e, por isso, algumas coisas acabam passando batido.

Saiba então quais são as necessidades de manutenção do condomínio periódicas e ajude seu síndico a realizar um trabalho melhor.

  • Controle de acesso e comunicações

Um detalhe simples, mas que qualquer falha boba pode colocar a segurança do prédio em risco. Normalmente, para agilizar essa parte da manutenção do condomínio, é contratada uma empresa que fica responsável pela instalação, atendimento, suporte e substituição dos aparelhos de interfone e controles de acesso.

Como posso ajudar? Caso perceba irregularidades no uso dos interfones, portões e controles de acesso, reportar imediatamente ao síndico.

  • Elevadores

A não manutenção dos elevadores pode colocar em risco a vida dos moradores do condomínio. Evidentemente, quanto mais moderno for o elevador, mais dispositivos de segurança ele contém. Porém se a manutenção do condomínio não estiver em dia e o elevador há muito tempo sem inspeção, os sistemas de segurança podem ficar comprometidos.

Como posso ajudar? Fique atento a barulhos diferentes no funcionamento do elevador, às travas de segurança das portas e ao tempo de viagem.

  • Gás

São comuns as histórias de acidentes graves devido a vazamentos de gás dentro de casas e apartamentos. Para evitar incidentes deste tipo, é recomendada a inspeção anual em todas as unidades.

Como posso ajudar? Atenção com os dutos de gás dentro de casa e à conta de gás. Caso identifique uma diferença considerável, faça inspeção na sua casa e comunique imediatamente o síndico.

  • Bombeiros

Extintores, mangueiras, alarmes, placas de sinalização nas áreas comuns, saídas de emergência, entre outros equipamentos. Estes são os itens inspecionados pelo Corpo de Bombeiros que deve emitir o AVCB constatando que os equipamentos de segurança e contenção de fogo estão aptos para uso.

Como posso ajudar? Verifique a data da última inspeção no quadro de avisos do condomínio ou nos adesivos colados nos extintores.

  • Sistema elétrico

Outro item de extrema importância são os circuitos elétricos do condomínio. Fio terra, sistema de aterramento e mau contato devem ser inspecionados semestralmente por empresa habilitada.

Como posso ajudar? Reportar caso identifique qualquer irregularidade na rede elétrica.

  • Caixa d’água

Deve-se realizar a limpeza anual por um profissional especializado. Este procedimento de manutenção do condomínio é obrigatório, tendo em vista que qualquer a falta de manutenção ou manutenção inadequada pode afetar todos os apartamentos levando água suja pelas tubulações.

Como posso ajudar? Caso identifique baixa qualidade na água, reportar imediatamente aos responsáveis.

  • Para-raios

A manutenção dos para-raios deve estar na lista de prioridades na manutenção do condomínio e deve ser providenciada pelo síndico. A inspeção deve ser realizada por uma empresa habilitada e que emita um laudo e um certificado ART (Anotação de Responsabilidade Técnica)

  • Sistemas de segurança

Alarmes, cercas de segurança e circuitos fechados de câmeras devem ser verificados periodicamente. O mal funcionamento de um desses itens pode comprometer a segurança do condomínio.

Quer saber mais sobre sistemas de segurança? Leia nossos outros artigos em nosso blog e entre em contato conosco!


Indique um amigo à Peter Graber e ganhe prêmios

By Comentários desativados em Indique um amigo à Peter Graber e ganhe prêmios


É isso mesmo! A cada amigo que você indicar e contratar um serviço Peter Graber conosco você ganha prêmios como passagens aéreas, eletrônicos, créditos para celular e muito mais!

Além dos nossos mais de 35 anos de experiência, nos preocupamos em prestar um serviço transparente, de qualidade e com constantes inovações. Assim, acompanhamos o fluxo do mercado, a constante expansão tecnológica e sempre oferecemos o que há de mais novo em tecnologia da segurança.

Dessa vez, a Peter Graber vem comprovar sua seriedade e profissionalismo fazendo parceria com grandes marcas para presentear nossos melhores clientes. Basta indicar um amigo para nós que o resto nós fazemos. se o amigo fechar negócio, quem ganha é você!

Como funciona?

Continue a leitura do artigo e fique por dentro do passo a passo da promoção.

Como participar?

  • Cadastre-se nos links específicos do produto que você indicou: Monitoramento de Alarmes ou Portaria Remota.
  • Insira os dados da pessoa que você está indicando no menu Contato.
  • Os dados necessários são: nome do condomínio, endereço do condomínio, nome do síndico, telefone e e-mail.
  • Se a pessoa indicada contratar um de nossos serviços, você ganha pontos!
  • São 100 pontos para cada serviço de monitoramento de alarme contratado e 500 pontos para cada portaria remota.

O que eu faço com os pontos obtidos?

Você pode trocar esses pontos por:

  • Produtos nas principais lojas Extra e FastShop
  • Pagamento de boletos
  • Passagens aéreas
  • Recarga de celular

Também é possível trocar os pontos no programa Multiplus!

Lembre-se: quanto mais indicações, mais pontos você ganha. Participe!

Para conhecer melhor sobre os serviços Peter Graber, acesse o nosso site, leia os artigos do nosso blog e entre em contato. Nossa equipe especializada vai esclarecer todas as suas dúvidas. Conte conosco!

Peter Graber na Folha de SP – Confira a entrevista exclusiva ao portal

By Comentários desativados em Peter Graber na Folha de SP – Confira a entrevista exclusiva ao portal

Essa semana, nosso diretor executivo Leandro Martins concedeu uma entrevista exclusiva sobre tecnologia da segurança para uma das revistas mais influentes da atualidade no universo on e offline. A presença da Peter Graber na Folha de São Paulo confirma a autoridade no segmento e a excelência nos serviços prestados.

Continue lendo e confira o resumo do que rolou na reportagem da Peter Graber na Folha de SP e conheça mais sobre nossos serviços.

Entrevista da Peter Graber na Folha de São Paulo

Cada vez mais, empresas de todos os tamanhos tem investido em sistemas de segurança predominantes em condomínios para prevenir roubos e furtos em seus estabelecimentos.

Consultores da área da segurança estimam uma média de 1,5% de prejuízo no faturamento anual em entre roubos e furtos.

Leandro Martins, diretor executivo da PGA, explica sobre planejamento e análise para a instalação de um equipamento de segurança durante a entrevista da Peter Graber na Folha.

“Há casos em que a empresa protege o ambiente do cofre, mas se esquece de monitorar o terreno ao lado. Os criminosos então, explodem a parede lateral e levam tudo.”

Sistemas de monitoramento, câmeras inteligentes e portarias remotas são os recursos mais procurados pelas empresas hoje em dia.

O serviço de portaria remota é o mais procurado por pequenas e médias empresas por conta do fluxo menor de pessoas.  O sistema já é popular entre os condomínios e ganha espaço nos conjuntos comerciais. Funciona com câmeras conectadas a uma central de atendimento que monitora a entrada e saída do estabelecimento 24h por dia. As pessoas não cadastradas conversam com o porteiro a distância e solicitam autorização para adentrar o local.

“Cerca de 90% dos assaltos às sedes das empresas acontecem pela porta da frente, onde o porteiro muitas vezes está em posição vulnerável e é rendido”, afirma Leandro, durante a entrevista da Peter Graber na Folha de SP. Segundo ele, além de reforçar a segurança do local, ainda reduz até 60% dos gastos com portaria.

Como a Peter Graber pode fazer a diferença para você?

A procura pelo serviço de portaria remota tem dobrado a cada mês, mas além deste, contamos com outros serviços de excelência que garantem a segurança da sua empresa, comércio ou residência.

Portaria remota, sistemas de CFTV, monitoramento residencial e comercial, sem falar na consultoria de segurança, análise e planejamento fornecidos pela nossa equipe altamente qualificada.

Entre em contato e saiba mais sobre a empresa com mais de 30 anos de experiência e que mais cresce no ramo da segurança.

Trabalho na área da segurança privada: conheça mais.

By No Comments

O setor da segurança privada cresce de maneira acelerada no Brasil em detrimento da falta de segurança pública e o crescente aumento da criminalidade. Com isso, a demanda de trabalho na área da segurança também cresce sendo um dos setores que mais contrata no país.

Pra quem busca uma oportunidade de recolocação no mercado de trabalho, pode ser essa a chance. A busca por mão de obra especializada para trabalho na área da segurança é cada vez maior e atinge variados nichos de atuação, como segurança de corporações, de condomínios, de comércio ou até fazer parte de uma equipe de segurança terceirizada.

Mas dentre as responsabilidades de proteger outras vidas, evitar assaltos, roubos, incêndios, vandalismos e outras ameaças ilegais, será que o trabalho na área da segurança vale a pena?

Como é o trabalho na área da segurança?

As funções específicas variam de acordo com cada nicho de atuação do trabalho na área da segurança. Seguranças de bares e casas noturnas tem o foco em barrar menores de idades e apreender substâncias e objetos ilícitos; seguranças de condomínios e conjuntos residenciais vão assegurar o cumprimento das normas internas, fazer rondas noturnas e inibir ações criminosas; seguranças bancários vão garantir a segurança do cofre e devem ter preparo para render e intervir em eventuais atos criminosos.

Tendência para o futuro

Enquanto o sentimento de medo for uma constante na nossa sociedade, a demanda de trabalho na área da segurança vai continuar crescendo, porém cada vez mais exigente de qualificações e preparos, uma vez que muitos grupos e pessoas confiam sua vida na mão destes profissionais. O avanço da tecnologia reafirma tais exigências tornando-as ainda mais complexas: as oportunidades de trabalho na área da segurança vão continuar existindo em larga escala, mas elas serão realocadas e transformadas. O profissional terá que ser cada vez mais qualificado e especializado para se adequar ao mercado da tecnologia da segurança.

Qual preparo necessário para ser segurança?

O mercado de trabalho na área da segurança exige alguns preparos e aptidões mínimas, como Ensino Fundamental completo, ter sido aprovado em exames de saúde e aptidão psicológicas, ter realizado curso de formação de vigilante, etc.

Nós da Peter Graber, além de selecionar os melhores profissionais, também investimos na qualificação de nossa equipe de funcionários. Se você chegou até aqui em busca de uma vaga de trabalho, entre em contato conosco por aqui. Se você quer conhecer mais sobre os serviços Peter Graber, entre em contato por aqui e saiba como podemos tornar sua vida mais tranquila!

Danos mentais causados pela violência – saiba como se proteger

By No Comments

Viver na mira do crime não traz sensação alguma de conforto, obviamente. Mas, o maior prejuízo que esse contexto de risco constante traz são os danos mentais causados pela violência. As histórias que se contam não são poucas. Uma mãe que perde um filho, uma esposa que ficou viúva e as milhares de pessoas que mal saem na rua com medo de ser mais uma vítima do grande descaso das autoridades com a segurança pública.

 

A lista de transtornos que acometem vítimas e testemunhas da criminalidade não é pequena. Evitar determinados lugares que lembram o trauma, isolar-se, ficar constantemente irritado ou triste são os menores dos danos mentais causados pela violência. Em situações mais graves, surgem os transtornos de ansiedade, síndrome do pânico, depressão e Transtorno do Estresse Pós-Traumático. Nestes casos, é difícil chegar a um diagnóstico, pois são assuntos delicados e evitados pelas pessoas que sofrem de tais problemas. A constante tensão desencadeia outros tipos de sintomas como dores musculares ou na coluna; a ansiedade causa a falta de ar, tremores, enjoo e diarreia, ao passo que o aumento da frequência cardíaca por acarretar futuras doenças cardíacas.

É muito negligente aquele que afirma que a violência urbana não tem impacto nenhum na saúde mental da população. O mais assustador é que não são poucas as pessoas que tratam esses transtornos como bobagem, agravando ainda mais o caso de grande parte das vítimas de tais danos mentais causados pela violência. Com isso, manter-se lúcido entre a criminalidade e a falta de apoio e empatia da sociedade torna-se um grande desafio comum à grande maioria dos brasileiros.

Como tratar os danos mentais causados pela violência?

Lidar com a constante sensação de medo não é divertido, quiçá saudável. O coração dispara, a visão fica turva, suor com ondas de frio e calor tomam conta do corpo e poucas pessoas percebem que estão sendo acometidas por um acesso de pânico. As causas para manifestação dessa síndrome são diversas, desde fatores genéticos até condições de estresse cotidiano. A questão é, como lidar com tais sintomas ou ajudar as pessoas de nossa convivência que sofrem do transtorno?

A sensação de medo causa a descarga de adrenalina no corpo e desencadeia todos os sintomas citados anteriormente. Contar com estratégias e sistemas de segurança pode ajudar o indivíduo a se sentir seguro e sanar grande parte dos transtornos causado pela sensação de ameaça constante. Caso haja histórico de traumas causados por presenciar ou ser vítimas de atos criminosos, além do reforço da segurança nos ambientes, também é essencial acompanhamento psicológico.

Muitas pessoas passam a vida alimentando pequenos medos sem perceber que são resultados de danos mentais causados pela violência.

 

 

Como manter minha família protegida?

Além da segurança física, é necessário que nossa atenção seja retida também nos danos mentais causados pela violência. Estar atento ao comportamento de seus familiares é imprescindível para ter ciência da direção correta a ser tomada em prol de todos. Manter a casa protegida de ações criminosas também ajuda a manter a mente de todos de sua família saudável, garantindo a tranquilidade no dia a dia e a suavidade nas relações. Caso haja o aparecimento de algum comportamento estranho que indique medo excessivo e irracional, é indicado o acompanhamento psicológico, uma vez que fatores externos também podem desencadear determinados medos.

 

Para manter sua casa e sua família protegidas do crime e dos danos mentais causados pela violência, entre em contato com a Peter Graber e garanta a segurança da sua casa!

Acidentes de trabalho: como a tecnologia da segurança reduz o risco no setor?

By No Comments

Um bom líder tem ciência da importância da segurança de seus colaboradores, sendo assim, adota políticas rígidas de prevenção a acidentes de trabalho. Mas, ainda assim, fica a dúvida: como fiscalizar e garantir que todas as políticas empregadas sejam cumpridas?

Além de treinamentos de segurança para a equipe e protocolos a serem seguidos, principalmente em empresas que utilizam equipamentos de alto risco, as ferramentas de segurança e monitoramento também auxiliam na prevenção de acidentes de trabalho. Através de um CFTV é possível gerenciar os diversos ambientes de uma empresa de maneira totalmente remota e, a partir das imagens captadas e arquivadas, analisar o fluxo de trabalho, identificar problemas em potencial e criar estratégias para uma solução premeditada.

Parece óbvio adotar um Circuito Fechado de TV para estudar os possíveis riscos de acidentes de trabalho, mas a verdade é que muitas poucas empresas não fazem o uso maximizado das ferramentas de monitoramento e segurança. Sendo assim, este artigo tem a finalidade de ampliar a funcionalidade de seu equipamento de segurança. Continue lendo.

 

 

Tecnologia da segurança como prevenção de acidentes de trabalho

 

Soluções de segurança e monitoramento já tornaram-se uma praxe dentro das corporações, grandes empresas, escritórios, comércios e muitos outros. Isso porque a taxa de criminalidade do país é alta e a preocupação em proteger o patrimônio da empresa e outros bens materiais faz com que os empresários não economizem investimentos com equipamentos. Mas ainda assim, estes sistemas não são usados como estratégia de prevenção a acidentes de trabalho e acabam sendo desperdiçados como ferramenta de otimização do workflow e melhoria do negócio como um todo.

Contar com um circuito de câmeras pode ser a solução para acompanhar e estar à par de todos os setores da empresa, além de monitorar as áreas de desembarque e despacho de produtos e recursos, alcançando maior agilidade e segurança. Também pode funcionar de maneira assertiva no controle de qualidade ao observar se os processos estão dentro dos padrões exigidos.

 

É essencial que sejam adotadas condutas seguras para o trabalho em indústrias. O alto risco oferecido pelo manejar de grandes equipamentos pode ser o estopim para acidentes de trabalho; o que não é nada favorável para a empresa. Por isso, o CFTV é um grande aliado na prevenção de tais ocorrências. As câmeras, quando posicionadas estrategicamente, faz com que o monitoramento das atividades seja mais eficaz e possibilita o controle simultâneo de diversas áreas da empresa, além de checar se os protocolos de segurança estão sendo cumpridos à risca, como o uso de Equipamentos de Proteção Individual, o respeito às limitações de áreas de risco, etc.

Também existe a possibilidade de vincular as câmeras a ferramentas de detecção automática, por exemplo, sensores de movimento e calor. Assim, pode-se identificar cores que evidenciam derramamento de líquidos perigosos, superaquecimentos, retirada inadequada de objetos, entre outros.

 

Para alcançar a máxima performance na prevenção de acidentes de trabalho, é necessário mais do que equipamentos tecnológicos, mas também uma gestão otimizada e treinamentos regulares de segurança.

 

Quer monitorar sua empresa de qualquer lugar 24h por dia? Fala com a gente que nós temos a solução!

Trabalho na área da segurança privada: conheça mais.

By No Comments

O setor da segurança privada cresce de maneira acelerada no Brasil em detrimento da falta de segurança pública e o crescente aumento da criminalidade. Com isso, a demanda de trabalho na área da segurança também cresce sendo um dos setores que mais contrata no país.

Pra quem busca uma oportunidade de recolocação no mercado de trabalho, pode ser essa a chance. A busca por mão de obra especializada para trabalho na área da segurança é cada vez maior e atinge variados nichos de atuação, como segurança de corporações, de condomínios, de comércio ou até fazer parte de uma equipe de segurança terceirizada.

Mas dentre as responsabilidades de proteger outras vidas, evitar assaltos, roubos, incêndios, vandalismos e outras ameaças ilegais, será que o trabalho na área da segurança vale a pena?

 

Como é o trabalho na área da segurança?

As funções específicas variam de acordo com cada nicho de atuação do trabalho na área da segurança. Seguranças de bares e casas noturnas tem o foco em barrar menores de idades e apreender substâncias e objetos ilícitos; seguranças de condomínios e conjuntos residenciais vão assegurar o cumprimento das normas internas, fazer rondas noturnas e inibir ações criminosas; seguranças bancários vão garantir a segurança do cofre e devem ter preparo para render e intervir em eventuais atos criminosos.

 

Tendência para o futuro

Enquanto o sentimento de medo for uma constante na nossa sociedade, a demanda de trabalho na área da segurança vai continuar crescendo, porém cada vez mais exigente de qualificações e preparos, uma vez que muitos grupos e pessoas confiam sua vida na mão destes profissionais. O avanço da tecnologia reafirma tais exigências tornando-as ainda mais complexas: as oportunidades de trabalho na área da segurança vão continuar existindo em larga escala, mas elas serão realocadas e transformadas. O profissional terá que ser cada vez mais qualificado e especializado para se adequar ao mercado da tecnologia da segurança.

 

Qual preparo necessário para ser segurança?

O mercado de trabalho na área da segurança exige alguns preparos e aptidões mínimas, como Ensino Fundamental completo, ter sido aprovado em exames de saúde e aptidão psicológicas, ter realizado curso de formação de vigilante, etc.

 

Nós da Peter Graber, além de selecionar os melhores profissionais, também investimos na qualificação de nossa equipe de funcionários. Se você chegou até aqui em busca de uma vaga de trabalho, entre em contato conosco por aqui. Se você quer conhecer mais sobre os serviços Peter Graber, entre em contato por aqui e saiba como podemos tornar sua vida mais tranquila!

CFTV – Saiba como escolher o melhor circuito de câmera para seu imóvel

By No Comments

Seja residência, comércio ou empresa, seu imóvel precisa estar assegurado contra as ações criminosas cada vez mais frequentes no nosso país. Atualmente, uma das maiores preocupações do brasileiro é manter a si, a sua família e seus patrimônios em segurança. Com isso, a busca por equipamentos de segurança tem crescido exponencialmente e uma das melhores opções para manter seu imóvel seguro é o CFTV ou Circuito Fechado de TV.

O CFTV é um dos sistemas mais viáveis pelo custo benefício, pela praticidade na instalação e pela funcionalidade oferecida.

Um bom profissional da área da segurança deve conhecer bem essa tecnologia, suas funções e benefícios para oferecer um projeto de CFTV eficaz para garantir a segurança de seus clientes.

O que pouca gente sabe é que existem diversos tipos de circuito de câmera para finalidades diferentes. Cada qual com suas características e particularidades.

 

O que é um CFTV?

Como já dito anteriormente, CFTV é um Circuito Fechado de TV; uma tecnologia baseada no monitoramento externo e interno de ambientes através de câmeras analógicas ou digitais. Sem muitos segredos, trata-se da instalação de câmeras em pontos estratégicos para um amplo e eficiente monitoramento. As imagens são captadas e transmitidas para um ou mais pontos de visualização e contribui para a redução de atos criminosos nestes locais, seja pela inibição ou pelo fácil identificação dos infratores.

 

Tipos de CFTV

 

CFTV com câmeras análogas

São as mais escolhidas pela sua compatibilidade. Pode-se incorporar mais câmeras ao circuito já instalado de maneira simples e prática, facilitando a ampliação do sistema, caso necessário. Outra vantagem é a grande variedade de modelos, fornecendo um leque de opções para você escolher aquele que mais te agrada.

CFTV com câmeras Infravermelho

As câmeras deste circuito possui alta qualidade de imagens captadas durante o dia, mas seu verdadeiro diferencial é à noite. Devido ao recurso de iluminação por infravermelho, essas câmeras são capazes de gerar excelentes imagens até mesmo na escuridão absoluta. Ideal para residências.

CFTV com câmeras IP

Enquanto os outros sistemas transmitem as imagens captadas para outros televisores ou monitores, este circuito de câmeras é capaz de digitalizar o sinal de vídeo e entregar as gravações pela internet, permitindo que sejam acessadas de qualquer lugar do mundo. A alta tecnologia é o grande diferencial deste sistema.

 

Como funciona a instalação de um CFTV?

Antes da instalação, faz-se necessário um estudo do ambiente onde serão colocadas as câmeras e encontrar os pontos estratégicos e de melhor visualização. Este mapeamento do ambiente é de suma importância, pois identifica os pontos vulneráveis do local.

Em seguida, define-se o modelo DVR/NVR/HVR – responsável pelo gerenciamento de câmeras – de acordo com o número de equipamentos utilizados. É imprescindível uma escolha criteriosa para a colocação do DVR para que o mesmo não seja danificado ou furtado.

A escolha dos modelos da câmera deve ser minuciosa, uma vez que existe uma variedade delas, cada qual para necessidades específicas de cada ambiente; como sensor de imagem, infravermelho, uso interno ou externo, resistência à chuva ou sistema anti-vandalismo. Escolhido o modelo da câmera, escolhe-se o cabeamento adequado (coaxial ou UTP) e os pontos de energia.

 

Pronto! Agora você já conhece um pouco mais sobre os sistemas CFTV, que fazem parte dos serviços de monitoramento da Peter Graber. A importância da escolha do sistema adequado para o seu ambiente é fundamental para que seu circuito de segurança atinja 100% de performance e garanta o seu sossego.

Entre em contato conosco e conheça nossas opções de Circuito Fechado de TV e saiba como nossos serviços de monitoramento podem atender às suas necessidades.

Os tipos de fechaduras mais seguras para residências

By No Comments

Muitos brasileiros têm procurado soluções para garantir a segurança da família e de todo o patrimônio. E uma das dúvidas é em relação aos tipos de fechaduras mais seguras para residências. Claro que só as fechaduras não garantem a segurança por completo, é preciso um sistema de alarmes e monitoramento. Mas por hoje, vamos apresentar algumas dicas sobre fechaduras para você conhecer mais sobre o assunto.

 

Fechaduras tradicionais x fechaduras digitais

 

As fechaduras tradicionais são aquelas comuns que todo mundo conhece. Elas podem ser facilmente arrombadas e não garantem total segurança.

Já as fechaduras digitais possuem um sistema mais complexo e de difícil violação. As fechaduras digitais, também chamadas de eletrônicas é o que há de mais moderno e seguro no mercado. Existem dezenas de modelos, algumas mais simples com senhas numéricas, leitura de biometria de um ou mais dedos e que utilizam cartões ou outros acessórios.

Mas o avanço dessa tecnologia não para por aí, o avanço tecnológico é tão grande que já existem fechaduras que só abrem as portas com a leitura da íris dos olhos. Pensou que isso era coisa de filme? Pois não é. Essa tecnologia já está presente em alguns dos tipos de fechaduras mais seguras para residências. Ainda não tão acessível a todas as pessoas, mas existe.

 

Os tipos de fechaduras mais seguras para residências

 

São muitos os tipos de fechaduras mais seguras para residências e tudo depende se elas estarão em ambientes internos, externos, dentro de uma área de quintal do terreno ou expostas para a rua. De qualquer forma, listamos algumas desde as mais tradicionais até as mais modernas. Confira!

 

Fechaduras de travamento: tetra chave

Esse tipo de fechadura é muito usada em residências e oferece máxima segurança. A trava é de metal sólido e resistente e tem travas mais longas do que o tradicional. Há ainda a possibilidade de ser fechadura dupla, ideal para portas de vidro.

A chave é chamada de tetra que pode ser dupla ou simples, com uma alavanca ou botão na parte interna da porta. É ideal para a porta de entrada de residências e apartamentos.

 

Conjunto de travamento e motiz

Na nossa lista de tipos de fechaduras mais seguras para residências não poderia faltar esse conjunto que oferece um nível de segurança de médio para alto, sendo ideal para portas externas. Trata-se de um conjunto onde na mesma fechadura vem a trava do tipo mortiz e a trava do tipo tetra chave/alavanca/botão.

Nesse sistema, temos a trava sendo acionada pela maçaneta, enquanto isso, a trava principal é acionada pela chave ou por uma combinação de chave/alavanca/botão. É uma combinação perfeita entre travas unido em um só conjunto.

 

Fechadura do tipo “papagaio” para portas corrediças

Algumas portas e, inclusive janelas, podem utilizar a fechadura do tipo “papagaio” para oferecerem maior segurança à residência. Nesse caso, a trava tem um formado diferenciado que se assemelha ao bico de um papagaio, por isso esse nome popular. Como possui esse formato diferente, uma espécie de gancho, dificulta a abertura de portas corrediças.

 

Fechadura eletrônica com cartão

Se você pode investir um pouco mais em segurança, então as fechaduras eletrônicas estão no topo da  lista de tipos de fechaduras mais seguras para residências. As que utilizam cartão podem ser no sistema de chip ou magnético.

No caso do chip, as informações do usuário ficam registradas no chip do cartão e esses dados são decodificados pelo sistema eletrônico da fechadura. O cartão magnético, por sua vez, é semelhante ao cartão de banco que tem uma tarja magnética e para destravar a porta, é preciso passar o cartão pela leitora. Essa última opção costuma ser mais barata, mas também é mais suscetível à clonagem.

 

Fechadura eletrônica com senha

Esse tipo de fechadura é mais comum, possui um teclado numérico acoplado e basta digitar a senha correta para que a porta seja destravada. Existem diversas variações de acordo com o fabricante, algumas são alimentadas com bateria, outras com pilhas.

 

É importante destacar que apenas uma fechadura na porta não irá proteger seu patrimônio ou sua família. A segurança do seu lar depende de um sistema completo de alarmes e monitoramento 24 horas. Além dos tipos de fechaduras mais seguras para residência, você pode saber mais sobre soluções em tecnologia. Entre em contato com a Peter Graber!